Home / Notícias / Região / Semana do Fazendeiro: participantes destacam contribuição dos cursos do Senar

Semana do Fazendeiro: participantes destacam contribuição dos cursos do Senar

Terminou neste domingo (19) a 86ª Semana do Fazendeiro, no campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Participantes dos cursos do Senar Minas destacaram a qualidade das capacitações e a sua contribuição para o dia a dia. A instituição ofereceu 15 cursos.

A professora de Paraíba do Sul, no estado do Rio de Janeiro, Marta Lúcia Vizeu, de 54 anos, está em busca de conhecimento para ajudar o pai na fazenda quando se aposentar. “Optei pelo curso de Administração Rural porque acredito que tudo que é feito com planejamento tem grandes chances de dar certo. Eu me espelho nas realidades de sucesso apresentadas durante as aulas. A fazenda do meu pai já foi muita produtiva. Foi como produtores que meus pais criaram eu e meus irmãos”, destacou.

Também em busca de capacitação para implementar uma nova atividade na aposentadoria, Débora Teresinha Maciel Pereira, de 51 anos, enxergou no curso de Turismo Rural a contribuição para recomeçar a vida com mais qualidade. “Quero investir em outra atividade. Mudei de São Paulo para Terezópolis em busca disso. Lá iniciei um curso técnico agrícola e estou experimentado as áreas de que gosto. Pretendo iniciar um trabalho com produção orgânica, com possibilidade de oferecer hospedagem aos visitantes”, explicou.




Joaquim Lacerda Bittencourt, de 70 anos, mostrou-se participativo e disposto a trocar experiências com os colegas no treinamento de Saneamento Básico no Meio Rural. “Venho desenvolvendo essa área. Trabalho com agricultura orgânica. Temos que nos preocupar com nossa saúde, nosso lixo. Através dos resíduos dá para fazer a reciclagem, a compostagem”, explicou o produtor de Conselheiro Lafaiete.

Marta de Abranches, de 34 anos, tem uma pequena fábrica onde trabalha com geleias e conservas e também dá aulas de processamento de alimentos. Ela saiu de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, para conhecer novas técnicas. “A instrutora é muito boa. Trocamos experiências entre nós, alunas, e aprendemos vários truques”, comentou.

João Fábio Pereira e João Fábio Pereira Filho compartilham, além do mesmo nome, a vontade de aplicar os novos conhecimentos na fazenda em Barreiras, na Bahia. Eles fizeram, respectivamente, os cursos de Embutidos e Defumados e Manutenção de Trator Agrícola. O pai é advogado, o filho, bacharel em Direito. “Meu pai trabalha com o agronegócio há oito anos. Por agora deixei a formação para trilhar esse caminho. O que aprendemos aqui será aplicado lá”, contou o jovem de 28 anos.




“Trabalho com carnes ‘exóticas’, como javali, cordeiro. Escolhi o curso para melhorar o aproveitamento da carne de porco doméstico. Vou enriquecer as técnicas. Destaco do curso a preocupação com a manipulação e com a padronização dos alimentos com finalidade comercial. O treinamento é excelente”, explicou o pai, de 55 anos.

Workshops e mais cursos




Outros cursos oferecidos pelo Senar Minas foram: Barismo; Classificação e Degustação de Café; Produção de Derivados do Café; Produção de Derivados do Leite; Casqueamento e Ferrageamento de Equídeo; Doma Racional de Equídeos; Operação e Manutenção de Motosserra; Operação e Manutenção de Roçadora; Saúde Bucal e Saúde Reprodutiva.

Os workshops reuniram interessados em Licenciamento Ambiental e Cadastro Ambiental Rural de Atividades Agrossilvipastoris e Legislação Trabalhista.

Colaboradores fizeram o atendimento a mais de 2 mil pequenos e médios produtores, sendo que 1.500 foram cadastrados no programa Time Agro Brasil e 200 no Ensino a Distância, além de 52 adesões ao CNA Card.

Fonte: SENAR-MG


Confira também

Mulher morre e namorado fica ferido em acidente em Santo Antônio de Pádua

Um acidente deixou um morto e um ferido, no início da noite desse domingo (17), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre