Suspeito de feminicídio em Divino é preso pela Polícia Civil em Luisburgo

Guia Muriaé no WhatsApp

Neste domingo (10/09), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu o mandado de prisão preventiva contra um homem, de 40 anos, na zona rural de Luisburgo, na Zona da Mata. Ele foi indiciado pelo crime de feminicídio contra a ex-companheira, crime ocorrido em maio deste ano, na zona rural de Divino, mesma região.


Na ocasião do crime, o suspeito apresentou uma versão dando conta de que, ao chegar em casa, teria um indivíduo de capacete preto com viseira abaixada e um revólver, o qual teria entrado em luta corporal com ele, briga essa que teria se estendido por toda casa e terminando no quarto. Momento em que segundo a versão apresentada pelo suspeito, o agressor teria se levantado e saído correndo da casa e pego uma moto que estaria estacionada no quintal da casa.

Ainda segundo a versão apresentada, somente depois de todo o ocorrido foi que ele viu o corpo de sua companheira caído sobre o sofá da sala e com uma poça de sangue, tendo ele saído imediatamente da casa em direção à casa de sua mãe, sem verificar se sua companheira estava viva ou morta, bem como disse que não pensou em ligar para a polícia ou ambulância, e por fim disse que não saberia descrever as características físicas do suposto suspeito, bem como a roupa que trajava.

O suspeito ficou em observação no pronto atendimento médico, devido às lesões na cabeça, sendo no primeiro momento considerado como outra vítima da ação criminosa que teria inclusive levado à morte de sua esposa.

Investigação

Com as investigações, a Polícia Civil encontrou diversas contradições na versão apresentada pelo investigado e identificou o outro suspeito que teria participado dos fatos. Contudo, as investigações apontam no sentido de que o investigado seria um coautor. Ele chegou a ser preso preventivamente e, com advento da pandemia, passou para prisão domiciliar, de onde então fugiu, estando já há vários meses foragido da Justiça.

A ação foi coordenada pelos delegados José Geraldo Teixeira Junior e Felipe de Ornelas Caldas e contou com os investigadores das regionais de Muriaé e Manhuaçu: Rodrigo da Silva Rocha, Jardel Ferreira de Souza, Ricardo Emiliano da Silva, Lucas de Oliveira Garcia e Gabriel Fernando Soares Oliveira.

Fonte: Portal Caparaó

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo