Ubá entra em situação de emergência devido a crise hídrica

O prefeito de Ubá, Edson Teixeira Filho, decretou situação de emergência no município nessa segunda-feira (25). O decreto deu-se em razão da estiagem e falta de abastecimento de água potável. A cidade enfrenta o quarto ano seguido de baixos índices pluviométricos e vive sua pior crise hídrica.

O anúncio foi feito em entrevista coletiva, ao lado do vice-prefeito e secretário municipal de Cultura e Governo, Vinícius Samôr de Lacerda, no Salão Vermelho da Prefeitura. Segundo dados da concessionária de água, a Copasa, o volume de captação nas nascentes que abastecem o município já apresenta queda de 60%, diminuindo mais a cada dia.

O decreto 6.010/2017, publicado em edição extraordinária do Diário Oficial do Município, prevê ainda a proibição de condutas que envolvam desperdício de água tratada, como lavação de calçadas, veículos, abastecimento de piscinas, dentre outras situações. A norma cita ainda que a Administração Municipal promoverá permanente diligência junto à Copasa com o objetivo de garantir a adoção de medidas e ações emergenciais para minorar o impacto da crise hídrica sobre o abastecimento domiciliar de água.

Poços e Caminhões pipa são alternativas emergenciais

Mais um poço artesiano entrou em operação nesta segunda-feira (25), no bairro Peixoto Filho. A negociação com o proprietário do terreno foi realizada pela Prefeitura. A água produzida já foi imediatamente ligada à rede da Estação de Tratamento, permitindo o aumento da produção. Um novo poço, situado no bairro Sobradinho, também deverá ser conectado a rede até o final da semana graças a intervenção do município.

Em relação a chegada de novos caminhões pipa para levar água até os pontos mais altos da cidade, a Copasa informou à Prefeitura que já busca a contratação de forma emergencial, o que deve ser resolvido nos próximos dias.

A Prefeitura também tem atuado para reativar antigos poços do município, através da negociação com atuais proprietários ou moradores.

Projetos para médio/longo prazo

A Prefeitura de Ubá tem investido, desde janeiro, em novos projetos para aumentar a produção de água no município e superar a crise hídrica vivida nos últimos anos. Além do plantio de árvores, já foram construídas quatro barraginhas na região da Miragaia, com capacidade de absorção superior a 1,5 milhões de litros de água.

A Secretaria Municipal do Ambiente atua ainda em outros projetos, como a criação de 20 pontos de represamentos de água no município.

Fonte: PMU


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo