UFV volta a realizar testes de covid-19 para Viçosa e Ponte Nova

A Universidade Federal de Viçosa (UFV) voltará a fazer testes para detecção de covid-19 para o município de Viçosa a partir desta quinta-feira (18). O objetivo é colocar os laboratórios credenciados trabalhando em capacidade máxima para atender às demandas do município neste período crítico da pandemia. Na última semana, a Universidade já retomou os testes para o município de Ponte Nova.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a Administração da UFV colocou toda a estrutura da Universidade à disposição para ações de combate ao coronavírus. Em abril, seis laboratórios foram credenciados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para realizar testes do tipo PCR, considerados os mais precisos para detectar a covid-19.

No início, todos os testes foram realizados com recursos próprios da UFV, até que a Secretaria Estadual de Saúde pudesse enviar insumos para as testagens. Nesta primeira etapa, a UFV realizou cerca de 45 mil testes atendendo às Superintendências Regionais de Saúde de Manhuaçu, Ponte Nova e Patos de Minas e Gerência Regional de Saúde de Ubá.

Compreendendo a urgência do monitoramento da pandemia, no segundo semestre do ano passado a UFV comprou insumos, viabilizando a realização de 477 testes para Ponte Nova e 2986 para Viçosa até o final do ano, depois que a Funed, em outubro, interrompeu a entrega de material. As novas administrações municipais, empossadas em janeiro, foram procuradas pela Universidade e orientadas sobre a compra do material necessário para a continuidade dos trabalhos. Ponte Nova já adquiriu os insumos para dois mil testes e recomeçou a testagem dia 8 de março.

A Prefeitura de Viçosa comprou a mesma quantidade e ainda aguarda a chegada do material. Entretanto, o reitor Demetrius David da Silva autorizou a utilização de recusos próprios da Universidade, por um período de 15 dias, para a retomada imediata dos testes para o município.

A responsável pela Rede de Laboratórios de testes para covid-19, professora Poliane Alfenas Zerbini, explica que a UFV está novamente colocando à disposição das prefeituras toda infraestrutura necessária para a realização dos testes. “Estamos fazendo o máximo possível porque sabemos que o momento é muito delicado, e que uma testagem eficiente ajuda a prever e aliviar a pressão no sistema de saúde”, afirmou Poliane.

De acordo com o assessor de Saúde da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários, Bruno Henriques, a UFV está em constante diálogo com as prefeituras das cidades em que estão seus três campi e atenta a todas as demandas para colaborar na gestão da pandemia. “Fizemos isso com os testes e estamos fazendo o mesmo com a vacinação. Colocamos nossa estrutura física e também nossos servidores para viabilizar a logística da imunização e, sem dúvidas, continuaremos a colaborar nas próximas etapas”, afirmou Bruno Henriques.

Fonte: UFV


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo