Home / Notícias / Região / Vereadora cria o “Dia Municipal da Esposa do Pastor”

Vereadora cria o “Dia Municipal da Esposa do Pastor”

Um projeto de lei aprovado na Câmara Municipal de Coronel Fabriciano e sancionado pela prefeita da cidade vem causando muita polêmica no município.

O projeto de lei 2.559/2015, de autoria da vereadora Andréia Botelho (PSL), estabelece que o dia 3 de março passa a ser oficialmente o “Dia Municipal da Esposa do Pastor”. O projeto foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal daquele município e a prefeita Rosângela Mendes (PT) sancionou a lei, alegando que ela “não é inconstitucional”.

Entre as justificativas do projeto, a autora defenda o reconhecimento “daquela que defende e apoia a vida com Deus ao lado de seu esposo”. Em nota oficial, a vereadora defendeu o projeto. “Trata-se de uma homenagem às esposas de pastores da cidade, tão importantes no meio evangélico, do qual faço parte. A prova maior de que a matéria não lesa o patrimônio público municipal é que a mesma é constitucional e foi aprovada por unanimidade pelo parlamento fabricianense, independentemente da coloração partidária”, afirmou Andréia, que disse ainda que vem sofrendo perseguição. “Estão querendo induzir as pessoas de bem contra mim em razão do trabalho voluntário que realizo na cidade, por meio do Projeto Social de nossa autoria, que tão bem atende aos mais necessitados”.




A prefeita de Coronel Fabriciano afirmou, também por nota oficial, que “respeita todas as religiões, mas que o fator fundamental para a sanção da lei foi a legalidade da matéria, bem como o seu reconhecimento à autonomia e independência do Poder Legislativo”. Após a sanção, a prefeita chegou a ser homenageada na igreja da vereadora (foto).

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Extra





Confira também

Pico da pandemia do coronavírus em Minas é adiado para julho

Nesta quinta-feira (28), o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre