Vice-prefeito e vereador de Bicas são detidos após briga em bar

O vice-prefeito de Bicas, Tiago Henrique Queiroz de Souza (PSB), e o vereador Luiz Fernando Passos Souza (Republicanos) foram presos, na noite de sexta-feira (19), após uma briga em um bar na BR-267, em Bicas.

Embora o funcionamento de bares, restaurantes e estabelecimentos similares esteja proibido em Minas Gerais por conta de todos municípios terem sido inseridos na Onda Roxa do Minas Consciente, além do toque de recolher entre 20h e 5h todos os dias, o estabelecimento estava aberto.

Em relato à Polícia Militar, o vereador contou que estava por volta das 22h estava no bar, que fica às margens da rodovia, e conversava com o dono do estabelecimento quando o vice e dois colegas dele chegaram no local e começaram a agredi-lo com socos e chutes.

Por sua vez, o vice-prefeito de Bicas contou que estava em casa com os dois amigos quando eles saíram para comprar cerveja no bar. Diante da demora no retorno de seus colegas, ele foi até o estabelecimento saber o que havia acontecido.

No local, segundo versão do vice-prefeito, o vereador passou a ofendê-lo e os dois começaram a discutir. O parlamentar teria pegado uma garrafa de cerveja e acertado o vice na cabeça, foi quando ele entrou em luta corporal com o vereador, sendo que a briga teria sido separada por seus amigos.

Diante das versões apresentadas, foi dada voz de prisão por lesão corporal a ambos. Eles foram liberados após assinatura de Termo de Ocorrência Circunstanciado (TCO) e agora terão que se apresentar a Justiça em data oportuna para esclarecimento dos fatos.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do G1


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo