Viçosa amplia público alvo da vacina contra a Febre Amarela



A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Viçosa ampliou o público alvo da vacina contra a febre amarela na cidade. Idosos, gestantes e puérperas passam a fazer parte da lista de pessoas que devem tomar a vacina. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (17) após a confirmação da morte de um paciente da cidade que estava internado em Belo Horizonte com disgnóstico suspeito da doença, a confirmação do diagnóstico de febre amarela em um paciente de Porto Firme, que está internado na capital, e ainda a ocorrência de epizootias na zona rural de Viçosa.

O reconhecimento da investigação por febre amarela no óbito de Viçosa foi publicado na edição de hoje do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Já a confirmação do diagnóstico de febre amarela do paciente de Porto Firme foi feita pela vigilância epidemiológica de Viçosa na tarde de hoje.




Segundo o secretário de Saúde, Marcus Schitini, a decisão pela ampliação do público-alvo foi tomada em conjunto com a Gerência Regional de Saúde de Ponte Nova e levou em consideração e nota informativa nº 94/2017, do Programa Nacional de Imunizações, que recomenda a vacinação de pessoas acima de 60 anos, gestantes e mulheres amamentando em regiões com recomendação temporária de vacinação. “Com a confirmação da morte do paciente com diagnóstico suspeito, a confirmação do diagnóstico do cidadão de Porto Firme e o surgimento de epizootias na região de origem do paciente de Viçosa, passamos a trabalhar com a provável circulação do vírus”, comentou o secretário.

Portanto, todas as pessoas que estão em Viçosa, com idade acima de 9 meses de idade, devem ser vacinadas. Gestantes, idosos e puérperas passarão pela triagem da equipe de enfermagem das unidades antes de tomar a vacina. Até meta da secretaria de Saúde é aumentar a cobertura de vacinação da população de 74% para 85% até o próximo sábado (20).

A secretaria de Saúde de Viçosa recebeu a confirmação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais a respeito da liberação de 60 mil doses da vacina para a microrregião de Viçosa. Nesta quarta-feira há 5 mil doses da vacina prontamente disponíveis à população viçosense, distribuídas entre as 16 Unidades Básicas de Saúde dos bairros, além da Policlínica Central. “Não faltará vacina nas unidades. Os estoques serão constantemente repostos à medida em que a procura for aumentando”, ressaltou o secretário.

Na zona rural, a secretaria de Saúde realiza já há dois dias a busca ativa dos cidadãos que ainda não foram vacinados na região de provável circulação do vírus, que engloba as comunidades da Estiva, Córrego São João, Piúna, Pau-de-Cedro, Luiza, Borcão, Córrego Fundo, Violeira, Cascalho, Vila Chaves e Pedreira. Até a manhã desta quarta-feira, foram vacinadas na região 25 pessoas que ainda não tinham sido vacinadas. Agora, com a ampliação do público-alvo, a busca ativa será refeita e reforçada em toda a região, com a utilização de pelo menos 5 equipes de saúde volantes.

Fonte: PMV

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.