Zona da Mata: Polícia Civil apresenta balanço de atividades desenvolvidas em 2021

Os dados são referentes a resultados obtidos neste ano, na área de abrangência do 4º Departamento de Polícia Civil, unidade que compreende as delegacias regionais em Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa.

Mais de 830 prisões efetuadas, 54.575 documentos de identidade confeccionados, aproximadamente 203.071 documentos de trânsito emitidos, 21.435 exames de legislação e 66.083 exames de direção veicular realizados.

Esse foi o resultado de algumas das atividades desenvolvidas pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) no ano de 2021, na área de abrangência do 4º Departamento de Polícia Civil (4º DEPPC), que compreende as delegacias regionais em Juiz de Fora (1ª DRPC), Ubá (2ª DRPC), Leopoldina (3ª DRPC), Muriaé (4ª DRPC) e Viçosa (5ª DRPC), bem como suas Áreas Integradas de Segurança Pública, com atuação em 86 municípios da Zona da Mata mineira.

De acordo com o chefe de departamento, delegado-geral Gustavo Adélio Lara Ferreira, 19.617 procedimentos investigativos foram instaurados neste ano e 18.124 procedimentos investigativos também foram relatados e remetidos à Justiça. “Também foram expedidas 2.961 medidas protetivas pela Polícia Civil. Além disso, foram emitidos 23.848 laudos de exames periciais no âmbito do Departamento”, destaca o delegado.

Segundo ele, esses números refletem a dedicação e o efetivo desempenho dos servidores do 4º DEPPC. “Alcançamos esses resultados, em virtude do empenho de policiais civis e servidores administrativos neste ano, que executaram suas atividades com comprometimento, seguindo os valores, a missão e a visão da Polícia Civil de Minas Gerais”, destaca, parabenizando os profissionais e reforçando que a integração com outras forças de segurança, bem como parcerias com o Ministério Público, o Poder Judiciário e outras instituições também colaboraram com os trabalhos de polícia judiciária. “Agradecemos todas as parcerias, pois essas iniciativas integradas somam e unem forças que visam contribuir com o bem-estar social”, conclui.

Combate à criminalidade

O delegado Gustavo Adélio Lara Ferreira também ressalta sobre a atuação da PCMG no combate à criminalidade violenta na Zona da Mata mineira. “Em se tratando dos crimes de homicídios, por exemplo, na área da 1ª Delegacia Regional em Juiz de Fora, foram elucidados 90% dos crimes de homicídios consumados e tentados registrados neste ano. No âmbito da 2ª Delegacia Regional em Ubá, 82% desses crimes também foram apurados. A 3ª Delegacia Regional em Leopoldina também esclareceu 70% dos homicídios, entre tentados e consumados”, enfatiza, complementando informações sobre as áreas que compreendem as Delegacias Regionais em Muriaé e Viçosa. “Em Muriaé, 64,8% dos homicídios tentados foram elucidados e 75,2% dos homicídios consumados esclarecidos. Por fim, em Viçosa, cerca de 65% dessas práticas criminosas também foram apuradas”, informa.

Operações policiais

Conforme o chefe de departamento, 549 operações foram realizadas, visando coibir atuações criminosas na região do 4º DEPPC. “Diversas ações foram deflagradas neste ano, resultando em toneladas de drogas apreendidas, inclusive com uma apreensão recorde no estado, de 8,7 toneladas de maconha, em operação conjunta realizada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), recentemente, no dia 19 de novembro, em Juiz de Fora. As operações na região do departamento também culminaram em outras relevantes apreensões, bem como em prisões de mais de 830 suspeitos na Zona da Mata mineira, contribuindo para a redução da criminalidade violenta”, salienta.

Ações solidárias

Além da atuação no trabalho de polícia judiciária, os policiais civis também se mobilizaram para arrecadar doações para diversas famílias, no âmbito do 4º Departamento.

Entre as recentes ações, a PCMG esteve presente, em dezembro, em mais uma iniciativa da campanha natalina “Comboio do Bem”, com a finalidade de entregar presentes a crianças, jovens e adultos assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Educandário Carlos Chagas, Escola Estadual Maria das Dores, Instituto Bruno e Instituto Vitória, no município de Juiz de Fora. Policiais civis e servidores administrativos do 4º Departamento em Juiz de Fora (4º DEPPC), bem como seus familiares e amigos, também participaram da iniciativa com a adoção de cartas.

Ainda neste mês, em Muriaé, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em conjunto com outras instituições, realizou ações solidárias no bairro Padre Tiago, visando ajudar famílias que residem no local, bem como entregar presentes natalinos a crianças de uma escola municipal situada no mesmo bairro. Uma das iniciativas distribuiu trinta cestas básicas a famílias da comunidade, em parceria com a Cruz Vermelha Brasileira. Outra ação foi realizada na escola municipal do bairro, com a atuação da Polícia Civil em conjunto com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios), a Prefeitura Municipal de Muriaé e com a presença do Papai Noel. Na ocasião, em meio a uma carreata que também percorreu bairros do município, ocorreu a entrega de presentes da campanha “Papai Noel dos Correios 2021”, que contemplou 250 alunos, de três a dez anos de idade da escola.

Em outubro, a PCMG também realizou a entrega de brinquedos e de cesta básica a um garoto de 9 anos, que tem o sonho de ser policial civil e ficava na frente da delegacia desenhando viaturas. A iniciativa foi o resultado da campanha denominada “O menino que desenhava viaturas”, criada pela Delegacia Regional em Leopoldina (3ª DRPC), para presentear a criança e a família dela, em comemoração ao Dia das Crianças. Na ocasião, a irmã dele, de 6 anos, também recebeu um presente da PCMG. Outras iniciativas também foram realizadas em 2021 na cidade.

Em março, foram arrecadadas doações para famílias atingidas pelas chuvas na Zona da Mata. Policiais civis de Ubá e de Rio Pomba, em parceria com integrantes de clubes de motociclistas da região, destinaram dois caminhões carregados com donativos aos municípios de Ubá, Carangola e Piraúba. A PCMG também emitiu carteiras de identidade para idosos de uma instituição em Ubá. Na ocasião, foram confeccionados 22 documentos de identificação.

No mesmo mês, a Polícia Civil participou de campanha para arrecadar caixas de bombons para unidades de acolhimento infantil, em parceria com o Airsoft Valknut, em Ubá. Mais de 300 embalagens com chocolates foram arrecadadas. As doações foram remetidas, na Páscoa, às unidades de acolhimento infantil. Neste ano, os policiais civis da 2ª DRPC em Ubá também se mobilizaram para realizar outras ações em prol da comunidade.

Além disso, mais de 150 caixas de bombons foram entregues pela Polícia Civil de Minas Gerais a crianças que residem em duas comunidades da região Nordeste do município de Juiz de Fora. Policiais civis da 1ª Delegacia Regional (1ª DRPC) se mobilizaram para arrecadar as doações com o objetivo de garantir a alegria na Páscoa de famílias que moram na localidade, no Bairro Santa Terezinha. Nessa mesma região, inclusive, também foram realizadas outras ações solidárias durante o ano.

No primeiro semestre de 2021, policiais civis da 5ª Delegacia Regional em Viçosa arrecadaram 42 cestas básicas que foram entregues à Secretaria de Assistência Social do município para serem distribuídas a famílias carentes, em razão da pandemia. Ainda no primeiro semestre, também foram doadas 500 máscaras a um asilo de Porto Firme e outras 500 máscaras a um lar de idosos, em Viçosa.

Fonte: PCMG

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo