Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Agentes de Endemias recebem treinamento pela Prefeitura de Muriaé e GRS-Ubá

Agentes de Endemias recebem treinamento pela Prefeitura de Muriaé e GRS-Ubá

Com o objetivo de fortalecer o comitê municipal contra a dengue e outras endemias, assim como impedir a disseminação da febre Chikungunya, na manhã desta terça-feira (14), no Grande Hotel Muriahé, o secretário Municipal de Saúde Franklin Leandro Neto, a secretária Adjunta de Saúde Denise Araújo e o coordenador de Endemias Ademar Pedrosa receberam os técnicos da Gerência Regional de Saúde de Ubá (GRS) para debaterem, junto aos agentes comunitários e de saúde, os trabalhos desenvolvidos no município e traçarem novas estratégias relacionadas ao controle permanente da dengue em Muriaé.

O assunto da reunião girou em torno da necessidade dos agentes estarem visitando as residências, em sistema de rodízio, mesmo estando na estação do outono e, mesmo não tendo havido período de chuvas no município. Segundo informações da Referência Técnica da GRS-Ubá, Maria de Fátima Iasbik, o mosquito adulto do Aedes Aegypti vive em média de 30 a 35 dias. Ela explica que o ovo pode resistir por mais de 450 dias em local seco e lembra como é rápida a evolução do mosquito: “Quando chove, todos os ovos podem eclodir e se transformarem em dois ou três dias em um Aedes adulto”, esclareceu ela.




A técnica ainda explica que o trabalho de combate a dengue tem de ser sistemático – feito no dia a dia e dá ênfase que é imprescindível que se faça as notificações, pois, é através delas, que se estabelecem os índices de contaminação nos municípios e, sobre tais índices, que se estabelecem as estratégias.

Segundo o coordenador de Endemias, Ademar Pedrosa, o primeiro ciclo fechado em fevereiro teve índice de infestação de 1, 2%; já em março, foi de 3%. Para ele, as donas de casa e funcionários domiciliares, precisam ter mais atenção com a água parada em recipientes, verificarem os fechamentos corretos das caixas d´água, efetuarem limpezas periódicas nos quintais entre outros, assim como os proprietários de ferro velhos e donos de restaurantes e clubes precisam estar atentos aos copos descartáveis espalhados pelas ruas com restos de líquidos.

A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde, está com uma equipe de 25 agentes para atender a toda a cidade. Segundo informações do coordenador do setor, Ademar Pedrosa, é preciso aumentar o efetivo, o que talvez seja feito, em breve, com a contratação de agentes aprovados em concurso.




Fonte: PMM




Confira também

Campanha de combate ao Aedes aegypti é antecipada após casos de dengue aumentarem quase 600%

Se todos dedicarem apenas 10 minutos por dia para verificar se existe algum tipo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *