AstraZeneca admite efeito colateral raro da vacina contra covid-19

Guia Muriaé no WhatsApp

A farmacêutica AstraZeneca admitiu per ante a Justiça que sua vacina contra a Covid-19 pode causar um efeito colateral raro. Segundo informações do jornal The Telegraph, a empresa enfrenta uma ação coletiva onde 51 famílias exigem uma compensação que soma cerca de 700 milhões de reais.


A ação foi iniciada por indivíduos que sofreram de trombose após a imunização no Reino Unido. A AstraZeneca reconheceu que a vacina pode provocar, embora muito raramente, a síndrome de trombose com trombocitopenia (TTS), uma condição marcada pela formação de coágulos sanguíneos que podem obstruir vasos sanguíneos.

“A causa exata ainda é desconhecida”, declarou a companhia. “A TTS pode manifestar-se mesmo sem a administração da vacina AZ ou de qualquer outra vacina. A relação causal em cada caso específico deverá ser determinada por meio de análise especializada”, informou a empresa em uma carta enviada ao advogado de um dos reclamantes no ano anterior.

Situação no Brasil

No Brasil, aproximadamente 153 milhões de doses da vacina foram administradas. O Ministério da Saúde esclareceu que “eventos adversos são excepcionais e ocorrem em uma média de um para cada 100 mil doses aplicadas, representando um risco significativamente menor do que as complicações decorrentes da própria Covid-19”, conforme comunicado de 2023.

Este caso destaca a complexidade dos efeitos colaterais das vacinas e a importância da vigilância contínua após a implementação de programas de vacinação em massa.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Exame

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo