Colesterol alto: efeitos na saúde vão além das doenças cardíacas

Guia Muriaé no WhatsApp

O colesterol alto, também conhecido como hipercolesterolemia, é amplamente associado a doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames. No entanto, seus efeitos nocivos vão muito além, afetando diversos órgãos no corpo. É importante destacar que o colesterol alto geralmente é “silencioso”, ou seja, não apresenta sintomas evidentes, o que torna necessária uma atenção especial.

Esta é uma das razões pelas quais é celebrado, em 8 de agosto, o Dia Mundial de Combate ao Colesterol, criado pela Federação Internacional do Colesterol (ISA, em inglês). No Brasil, quatro a cada dez brasileiros possuem taxas de lipídio elevadas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

“O colesterol LDL, conhecido popularmente como ‘colesterol ruim’, quando em excesso, forma placas de gordura no interior das artérias, o que pode causar diferentes doenças, a depender de onde a passagem do sangue ficou obstruída”, explica o médico de família e comunidade da Amparo Saúde, Leonardo Abreu.

Condições

Uma das consequências negativas do colesterol alto no corpo é a obstrução sanguínea nos membros inferiores. Isso pode levar a sintomas como dor, palidez e dificuldade para correr ou caminhar longas distâncias, dependendo do grau de obstrução.

Outro risco associado é o desenvolvimento da esteatose hepática, também conhecida como “fígado gorduroso”. Caso não seja tratada, essa condição pode progredir para a cirrose hepática e até mesmo o câncer no fígado. Segundo Leonardo, “o aumento do colesterol no sangue está relacionado a um maior risco de adquirir essa doença”.

A circulação sanguínea no cérebro também pode ser afetada pelo colesterol alto, aumentando o risco de demência vascular, caracterizada por perda de memória e outras funções cognitivas. Outro órgão que pode ser afetado pela condição é o pâncreas, já que o colesterol alto pode levar à formação de cálculos biliares, causando inflamação (pancreatite).

Quanto às doenças cardiovasculares, estima-se que quase 400 mil cidadãos brasileiros morram por essas condições até o final de 2023, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Dentre os problemas mais comuns relacionados está a aterosclerose e suas consequências, como o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e o Infarto Agudo do Miocárdio (IAM). Muitas dessas mortes poderiam ser evitadas ou postergadas com cuidados preventivos e medidas terapêuticas.

Prevenção

Felizmente, o colesterol alto pode ser tratado e prevenido. Adotar um estilo de vida saudável desempenha um papel fundamental na prevenção e controle do colesterol elevado. O médico Leonardo Abreu enfatiza alguns comportamentos essenciais para prevenir a condição.

“Para diminuir o chamado colesterol ruim (LDL), pratique atividade física, tenha uma alimentação saudável e consulte uma equipe de saúde para avaliação e orientações. Para aumentar o colesterol bom (HDL), consuma mais alimentos in natura, como verduras, frutas e legumes, e reduza o consumo de alimentos ultraprocessados”, orienta.

Além disso, realizar exames periódicos para avaliar os níveis de colesterol no corpo é importante. A bioquímica e coordenadora técnica do Sabin Diagnóstico e Saúde, Luciana Figueira, explica que “o exame mais comum é o perfil lipídico, que analisa os níveis de colesterol total, triglicerídeos, colesterol LDL e colesterol HDL”.

Em alguns casos, o médico pode solicitar jejum de 12 horas antes do exame, mas isso depende do risco individual de cada pessoa, sendo sempre recomendado buscar orientação médica para determinar a periodicidade adequada para os exames. “A periodicidade na realização deste exame vai depender do risco de cada pessoa, que deve buscar orientação médica”, ressalta.

Fonte Assessoria de imprensa do Sabin

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo