Coronavírus não é causa de óbito de idoso em hospital em Muriaé

O resultado de exame divulgado pela Fundação Ezequiel Dias (FUNED) nesta sexta-feira (10) aponta que o coronavírus não foi a causa da morte do idoso de 65 anos residente em Rosário da Limeira que faleceu no início de abril no Hospital São Paulo, em Muriaé. O idoso tinha hipertensão, diabetes e sofria de sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Além deste caso descartado, outro resultado mostrou que a cidade possui mais um caso negativo de Covid-19 – refere-se a um jovem de 19 anos do sexo masculino residente em Muriaé. Com estes, subiu para 31 o número de exames que testaram negativo para coronavírus.

Casos confirmados se mantêm em cinco. Já o número de casos suspeitos subiu de 140 para 146 nesta sexta-feira, portanto, seis a mais do que ontem. Destes casos suspeitos, 12 são de casos em investigação e 134 de casos em observação, ou seja, aqueles casos leves de síndrome gripal monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Os 12 casos em investigação estão com amostras sendo analisadas pela Funed, o único laboratório do SUS em Minas Gerais que está realizando testes de Covid-19. Os resultados têm previsão de serem divulgados entre oito e dez dias úteis.

O monitoramento dos 134 casos está sendo feito a cada 48 horas por telefone, conforme preconiza o protocolo do Ministério da Saúde.

Vale lembrar que, de acordo com normas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde (SES), apenas os casos graves e hospitalizados de síndrome respiratória aguda grave têm as amostras analisadas. Porém, em todos os casos, com ou sem coleta de material, os cuidados estão sendo tomados como se fossem um caso positivo.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre