Dores na coluna podem aposentar?

Guia Muriaé no WhatsApp

Dores crônicas na coluna, muitas vezes decorrentes de acidentes, desgastes ou do envelhecimento, levantam a questão crucial: podem essas dores levar à aposentadoria por invalidez? Analisemos os requisitos legais e as condições específicas para que a incapacidade total e permanente seja considerada.

Requisitos para Aposentadoria por Invalidez

Segundo a legislação previdenciária brasileira, a aposentadoria por invalidez requer:

a) Qualidade de Segurado: O indivíduo deve ser segurado da Previdência Social. b) Carência de 12 Contribuições: É necessário ter contribuído por, no mínimo, 12 meses. c) Incapacidade Total e Permanente: A condição deve ser irreversível, impedindo o retorno ao trabalho.

O benefício destina-se a segurados incapazes de realizar suas atividades habituais, e a total inaptidão para o trabalho é essencial.

Relação com Doenças na Coluna

Embora a legislação exija a total inaptidão para o trabalho, algumas doenças na coluna, pela sua gravidade, podem ser suficientes para a concessão da aposentadoria por invalidez.

  1. Torcicolo (Cervicalgia): Rigidez intensa no pescoço pode ser crônica ou aguda.
  2. Doenças nos Discos Intervertebrais: Lesões causadas pelo transporte excessivo de peso.
  3. Hérnia de Disco: Deslocamento de parte do disco intervertebral, causando dor.
  4. Osteofitose (“Bico de Papagaio”): Crescimento ósseo entre vértebras desgastadas, causando contato entre os ossos.
  5. Dor Lombar Baixa (Lombalgia): Pressão ou dor na região lombar, aguda ou crônica.
  6. Artrose na Coluna: Desgaste da cartilagem nas articulações, limitando a mobilidade e causando dor.
  7. Escoliose: Desvio lateral da coluna que pode levar a comorbidades.

Importância da Ergonomia

Com o aumento do trabalho remoto, questões ergonômicas são fundamentais. Vícios posturais, comuns no home office, podem resultar em anomalias debilitantes, afetando a coluna e o sistema nervoso.

Perícia Médica do INSS

A incapacidade é avaliada por perícia médica do INSS, considerando fatores socioambientais, sintomas, tipo de função desempenhada, ambiente de trabalho, tratamento e acessibilidade. O segurado pode apresentar exames e laudos para embasar a análise.

A pessoa aposentada por incapacidade pode ser convocada para novas perícias, e exames adicionais podem ser necessários para avaliar a necessidade de assistência permanente.

Em suma, a concessão da aposentadoria por invalidez devido a dores na coluna depende da gravidade, da irreversibilidade da condição e da relação com o ambiente de trabalho. A legislação previdenciária é sensível à complexidade das doenças, e a análise cuidadosa por profissionais especializados é essencial.

Fonte: Guia Muriaé

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp

Botão Voltar ao topo