Hospital de Muriaé se torna a 1ª unidade de vigilância para síndrome gripais na região

Foto: Guia Muriaé
O Hospital São Paulo, em Muriaé, tornou-se a primeira unidade de vigilância sentinela para síndromes gripais da Zona da Mata de Minas Gerais, um progresso concretizado pela Regional de Saúde de Ubá na última quinta-feira (23).

Essa conquista abrange toda a região sob jurisdição da Regional, ao todo 31 cidades, que agora passam a contribuir com a identificação dos vírus respiratórios em circulação no país, o que permite o monitoramento da demanda de atendimentos e contribui diretamente para a atualização das vacinas contra síndromes gripais, aplicadas anualmente na população de todo o Brasil.

A implantação do Hospital Sentinela fortalece a Vigilância Epidemiológica regional, pois agiliza o processo de identificação dos tipos de vírus e, consequentemente, o controle da transmissão.

“Hospital São Paulo é referência para atendimento de Urgência e Emergência, recebendo uma grande demanda de usuários de Muriaé e de toda micro. Além disso, conta com Comissão de Controle de Infecção Hospitalar implantada e em efetivo funcionamento com profissionais experientes à frente do serviço, já tendo exercido essa função de Unidade Sentinela durante a pandemia de H1N1, o que favoreceu a escolha da instituição para atender às metas e objetivos propostos pelo Ministério da Saúde para se tornarem a primeira Unidade Sentinela para Síndromes Gripais da Zona da Mata de Minas Gerais”, relatou Aline Almeida, Diretora da Regional de Saúde de Ubá.

A equipe do Hospital São Paulo comemorou a adesão à rede de unidades sentinelas nacionais, considerando uma ampliação necessária para melhor atender às demandas da população. “Participar deste projeto, que é uma conquista para nós, tem como objetivo atuar na identificação dos vírus respiratórios, para adequação da vacina, para caracterização da virulência, visando o controle do período sazonal. Isso favorece o conhecimento e a comunicação com o serviço de vigilância epidemiológica, e para a promoção da saúde das pessoas em geral. Estamos felizes e empenhados em desenvolver esta nova tarefa”, falou Irma da Silva Barbosa Santos, Enfermeira do Serviço do Controle de Infecção do Hospital São Paulo.

O Termo de Adesão foi assinado pelo Secretário Municipal de Saúde de Muriaé, Paulo César de Oliveira, finalizando o processo desenvolvido pela referência técnica do Núcleo de Epidemiologia, Fábio Ribas, juntamente com France Coelho e Ana Cristina Custódio, do Núcleo do Núcleo de Redes de Atenção à Saúde.

“Entendemos a grande importância dessa nova função que será exercida pelo Hospital São Paulo, que demonstrou interesse neste novo serviço muito antes do início da pandemia do coronavírus. Unidos, conquistamos um avanço muito significativo para a população da nossa região”, contou Ana Cristina.

Dentre os objetivos da vigilância sentinela de Síndromes Gripais estão monitorar a circulação dos vírus responsáveis por Síndrome Gripal (SG) no país, conhecer a proporção de SG entre o total de atendimentos realizados na US, identificar as variações sazonais e a distribuição dos vírus por faixa etária, prover cepas virais para a formulação de vacinas de influenza, fornecer informação oportuna e de qualidade para o planejamento e adequação do tratamento e estabelecer medidas de prevenção e controle relacionadas à SG.

Fonte: Keila Lima / SES-MG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre