Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Hospital do Câncer de Muriaé se une a ação das Santas Casas e Instituições Filantrópicas do país

Hospital do Câncer de Muriaé se une a ação das Santas Casas e Instituições Filantrópicas do país

O Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella apoia o Movimento Mobilize-se, criado pela Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), para expor a realidade da saúde pública do Brasil.

O Movimento busca recuperar a qualidade nos atendimentos, esclarecendo que a defasagem dos valores e o atraso nos pagamentos realizados pelo governo vem causando a falência da rede sem fins lucrativos voltadas ao SUS.

O Hospital do Câncer de Muriaé vem lutando por mudanças desde o início do ano quando participou da Assembleia convocada pelo Deputado Federal Misael Varella para debater a defasagem dos repasses do SUS. Essa preocupação se deve especialmente ao fato de mais de 90% dos nossos atendimentos serem feitos através do SUS e, mesmo com os atrasos, nós procuramos oferecer sempre o melhor tratamento no combate ao câncer a cada um que entra por nossas portas.




Nesta segunda-feira, 29, está sendo realizado o Dia D Municipal, data em que centenas de hospitais filantrópicos estão se manifestando em prol do direito de todos à saúde de qualidade e o HCM participa dessa ação através da distribuição de folders a seus colaboradores, pacientes e acompanhantes, da veiculação de outdoors em parceria com a Casa de Caridade Hospital São Paulo, de uma entrevista dada por seu Diretor Administrativo, Sérgio Dias Henriques, à Rede Atividade e deste comunicado que busca esclarecer e expor a real situação da instituição diante da defasagem e atraso de pagamentos do SUS. Segue abaixo alguns exemplos da situação enfrentada pela instituição:

1º – Defasagem quantitativa de procedimentos:

– Tomografia: O contrato do SUS com a Fundação Cristiano Varella financia 39 exames mensais, mas a média de janeiro a maio deste ano foi de 490 tomografias/mês. Uma defasagem de 451 tomografias/mês.




– Medicina Nuclear: No contrato para repasses de tratamento com Medicina Nuclear, o SUS financia 79 procedimentos por mês, porém a média realizada, mensalmente, foi de 102. Uma defasagem de 23 procedimentos/mês.

2º – Defasagem quanto a repasses de procedimentos:




PROCEDIMENTOREPASSE DO SUSCUSTO REAL
ColonoscopiaR$ 112,66R$ 352,51
EndoscopiaR$ 48,16R$ 235,01
Biópsia de fígadoR$ 71,15R$ 396,36
Biópsia de próstataR$ 92,38R$ 231,61
Biópsia de mamaR$ 68,43R$ 232,45

Além da enorme discrepância entre o custo e o valor repassado, também existem parcelas de extrapolamento de teto financeiro em atraso.

A Fundação Cristiano Varella mantém estes atendimentos além do limite para garantir continuidade de tratamento aos seus pacientes que merecem o melhor tratamento possível e, por isso, procuram nossa instituição.

Fonte: FCV

Confira também

Procedimento estético cada vez mais popular é realizado com exclusividade em clínica em Muriaé

Olá! Meu nome é Egidio André e meu objetivo é tornar as pessoas mais felizes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *