Minas Gerais prorroga vacinação contra gripe para população geral

Cobertura dos grupos prioritários até o momento é de 46,38%; Saúde reforça que vacina reduz risco de desenvolver a doença e de hospitalizações

Guia Muriaé no WhatsApp
Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que será realizada entre os dias 23 de abril a 1º de junho em todo país, no Centro de Saúde Pinheiros, região oeste.
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) prorrogou a Campanha de Vacinação contra Influenza até 31/7 para a população com mais de seis meses de idade, conforme recomendação do Ministério da Saúde. A vacina é gratuita e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde de todo o estado.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, a decisão visa ampliar a cobertura vacinal, especialmente para os grupos prioritários, que são:

* Crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
* Trabalhador da saúde (todos os trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade);
* Gestantes e puérperas; professores do ensino básico e superior; povos indígenas;
* Idosos com 60 anos ou mais de idade;
* Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e das Forças Armadas;
* Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; pessoas com deficiência permanente;
* Caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários;
* População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade;
* Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

​A meta preconizada pelo Ministério da Saúde para esses grupos é de 90% de cobertura vacinal. Porém, até o momento, Minas Gerais atingiu a cobertura de 46,38% para essa população, estimada em 8.518.665 pessoas. No grupo de crianças e gestantes, essa cobertura é ainda mais baixa, sendo de 34,90% e 39,31%, respectivamente.

“A vacinação foi ampliada até 31/7 por dois motivos, primeiro porque estamos no período sazonal de doenças respiratórias e é necessário aumentar a proteção da população, mas também porque está sobrando vacinas, porque nosso grupo alvo não atingiu a meta, crianças em especial não ultrapassaram 40% de vacinação”, disse o secretário de Estado de Saúde.

Baccheretti reforça que, com a vacinação, há a redução não apenas do risco de se desenvolver a doença, mas também das hospitalizações e, principalmente, dos óbitos relacionados à gripe. Por isso, é de extrema importância que as pessoas procurem a Unidade Básica de Saúde mais próxima para se imunizar.

“A vacinação anual contra a influenza está acontecendo desde o início de abril e, neste momento, o imunizante também está disponível para toda a população acima de seis meses de idade”, reforça.

Novas doses

Minas Gerais recebeu, até o momento, 7.467.960 doses de vacina contra influenza. Para garantir a continuidade da campanha até o dia 31/7, a SES-MG já solicitou mais um milhão de novas doses ao Ministério da Saúde. A previsão é que os imunobiológicos cheguem ao estado nesta quinta-feira (1/6).

Assim que as novas doses chegarem a Minas, será feito o processo de conferência, acondicionamento e separação para distribuição imediata aos municípios por meio das Unidades Regionais de Saúde.

A responsabilidade pela operacionalização da vacinação em seus territórios é dos municípios. Orienta-se que a população, portanto, cheque diretamente junto ao município de sua residência, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), sobre o planejamento para a administração da vacina.

Cenário em Minas

Até março de 2023, foram registrados em Minas Gerais 469 internações hospitalares por Influenza. Em 2022, foram 3.244 internações por influenza no estado. Este ano, até 5/5, haviam sido registrados quatro óbitos pela doença. No ano passado, 132 pessoas morreram vítimas de influenza.

A transmissão do vírus influenza ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar, e também pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.

Mais informações sobre os números de vacinação contra influenza em Minas Gerais estão disponíveis aqui.

Fonte: Agência Minas

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo