Muriaé tem 79% dos leitos de UTI ocupados e quatro pacientes internados com suspeita de coronavírus

A Prefeitura de Muriaé divulgou nesta segunda-feira (27) as medidas que vem adotando para enfrentamento ao coronavírus (Covid-19) na cidade.

Há um mês adotando medidas de restrição para evitar a formação de aglomerações de pessoas no comércio e nas ruas, a Prefeitura de Muriaé vem trabalhando para organizar o sistema de saúde para enfrentar o novo coronavírus e a doença Covid-19.

A Secretaria Municipal de Saúde montou três tipos de estratégias: práticas, administrativas e emergenciais. Nesta primeira parte, você vai conhecer as diretrizes do primeiro tipo – ou seja, aquelas que já estão sendo executadas na cidade para combater a nova doença e, assim, evitar o colapso do sistema.

Confira as medidas adotadas, bem como mais informações sobre a situação do coronavírus na cidade:

Estratégia prática #1: Pronto-socorro exclusivo

A primeira medida foi criada pela Secretaria Municipal de Saúde ainda em março: a abertura de uma ala, no pronto-socorro do Hospital São Paulo, exclusiva para atendimento a pacientes com suspeita de covid-19 e com funcionamento 24h.

Estratégia prática #2: Conferência da infraestrutura

Somados, os quatro hospitais de Muriaé possuem 81 UTIs e 81 aparelhos respiradores – ou seja, um respirador para cada unidade de terapia intensiva.

Os leitos de UTI se dividem da seguinte forma: 62 para pacientes adultos; seis para crianças; outros seis para recém-nascidos; além de sete unidades de isolamento.

Em relação aos leitos comuns, são 530 no total – 355 para atendimento clínico e 175 para pacientes que passaram por cirurgia.

Estratégia prática #3: Monitoramento diário

A Secretaria Municipal de Saúde monitora diariamente o percentual de ocupação das UTIs em Muriaé.

No último domingo, dia 26 de abril, das 81 unidades de terapia intensiva, 64 estavam ocupadas. Desde total, quatro pacientes têm suspeita da nova doença.

O número de entubações (ou seja, de pacientes que estão utilizando respiradores) também é monitorado. Das 64 pessoas internadas em UTIs de Muriaé, 27 estavam fazendo uso do equipamento naquela data.

Estratégia prática #4: Acompanhamento de pacientes

Para pacientes não internados, mas que estão em isolamento domiciliar, o acompanhamento é feito diariamente por telefone. No domingo (27), Muriaé tinha oito casos confirmados (um em tratamento e sete já curados), quatro aguardando resultados de exame e outros 55 em observação.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo