Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Projeto de saúde de Muriaé está entre os 500 melhores do país

Projeto de saúde de Muriaé está entre os 500 melhores do país

O trabalho realizado pela Câmara Técnica de Saúde foi selecionado entre as 500 práticas exitosas em todo o país de um total de 3.722 projetos inscritos.

A experiência foi apresentada durante a 35ª edição do Congresso Nacional de Secretarias de Saúde, que aconteceu no início de julho, em Brasília. Com o tema “Diálogos no cotidiano do SUS”, o evento atraiu mais de 6 mil pessoas, entre trabalhadores do SUS, especialistas, autoridades e secretários de saúde de todo o Brasil.

O evento contou com debates, seminários, oficinas e a “16ª Mostra Brasil, aqui tem SUS 2019”, onde o trabalho da Câmara Técnica foi apresentado pela assistente social Maria Carolina Gonçalves. As 500 melhores práticas foram escolhidas para serem compartilhadas ao público, fazendo um intercâmbio de experiências municipais bem sucedidas no SUS, fortalecendo as ações das cidades que inovam nas soluções visando à garantia dos brasileiros ao direito à saúde.




O trabalho de Muriaé também está publicado na edição 35 da Revista do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems/MG), “Experiências Mineiras, Sabores e Vivências”.

Além de apresentações em congressos nacionais e internacionais, o projeto está sendo modelo para outros municípios, que estão enviando representantes a Muriaé para conhecer o funcionamento da Câmara Técnica.

A Câmara Técnica – Através de uma iniciativa inédita na região, a Câmara Técnica de Saúde foi criada pela Prefeitura em 2017. Além de diminuir a judicialização, o projeto inédito na região agiliza o atendimento aos pacientes e reduz gastos aos cofres públicos. Em dois anos (2017 e 2018), a CTS economizou aproximadamente R$ 5 milhões.




Localizada no 1º andar do Centro Administrativo, a Câmara Técnica é formada por uma equipe multidisciplinar, composta por três médicos, dois farmacêuticos, uma assistente social, uma psicóloga, uma nutricionista, uma assessora jurídica e um coordenador-geral. Responsável por analisar as demandas relacionadas ao SUS e a seleção, prescrição e distribuição de medicamentos, o grupo dá apoio, através de laudos técnicos, ao Poder Judiciário, ao Ministério Público, à Defensoria Pública e à Procuradoria do município nos procedimentos e tratamentos requisitados pela população.

Fonte: PMM




Confira também

Centro de Saúde da Mulher e da Criança passa a oferecer testes do Pezinho e da Orelhinha

O Centro de Saúde da Mulher e da Criança está oferecendo dois importantes exames para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *