Segunda etapa de vacinação contra gripe começa nesta quinta-feira em Muriaé

Após imunizar mais de 13 mil pessoas, entre idosos e trabalhadores da saúde em Muriaé, a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa nesta quinta-feira (16).

A principal novidade é a inclusão de caminhoneiros, motoristas de transportes coletivo e trabalhadores portuários ao grupo prioritário nesta fase, que ainda integra pacientes com doenças crônicos, profissionais das forças de segurança e salvamento, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas de transportes coletivo e trabalhadores portuários.

Estas três categorias foram incluídas por prestarem serviços essenciais e, com isso, estarem mais expostas ao coronavírus. Os professores, que estavam incluídos nesta segunda fase, serão vacinados somente a partir de 9 de maio, ou seja, na terceira etapa.

As doses estão aplicadas em todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade e distritos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30min (exceto feriados). A meta é imunizar 90% de todos os públicos elegíveis.

As vacinas chegam semanalmente a Muriaé e são distribuídas exclusivamente pelo Ministério da Saúde.

Vale lembrar que todos os grupos têm que apresentar comprovante no ato da vacinação. A exceção se dá para as gestantes. Além disso, mantém-se a necessidade da prescrição médica para pessoas com doenças crônicas, especificando o motivo da indicação da vacina.

O Dia D, que seria realizado em 9 de maio, foi cancelado pela Secretaria de Estado de Saúde, a fim de se evitar aglomerações.

Balanço da primeira fase

Na primeira etapa da campanha, foram vacinados 10.687 (81,04%) idosos e 2.535 (101,08%) de profissionais da área da saúde, totalizando 13.222 doses aplicadas. Idosos e trabalhadores da saúde que ainda não receberam o imunizante podem procurar uma UBS mais próxima, visto que as fases são cumulativas.

Público-alvo e fases da campanha

Com a pandemia do Covid-19, o Ministério da Saúde criou estratégias e dividiu a vacinação da Influenza em três fases. O objetivo em não oferecer o imunizante para todos os grupos prioritários de uma única vez é evitar grandes aglomerações.

Confira o quadro resumido:

* 1ª fase: foram vacinados idosos e trabalhadores da área de saúde;

* 2ª fase (a partir de 16 de abril): profissionais das forças de segurança e salvamento, pacientes com doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas de transportes coletivo e trabalhadores portuários;

* 3ª fase (a partir de 9 de maio): professores de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres com 45 dias após o parto), indígenas, pessoas com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual, mental e múltipla) e pessoas entre 55 e 59 anos.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre