Home / Notícias / Saúde e Bem-Estar / Últimos dias: gestantes não devem deixar de se vacinar contra a gripe

Últimos dias: gestantes não devem deixar de se vacinar contra a gripe

O balanço do Ministério da Saúde mostra que, até o dia 16 de maio, um milhão de gestantes foram imunizadas contra o vírus influenza. Esse número corresponde a 56 por cento, ou seja, pouco mais da metade do esperado. Esta é a menor cobertura entre os grupos prioritários. O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Antônio Nardi, reforça que a vacina é absolutamente segura para as gestantes e essencial para garantir a proteção à mãe e ao bebê.

“Alertamos as gestantes: se você não ama a você, ame principalmente a vida que traz no seu ventre, vacine-se e garanta a imunidade daquele que sozinho não consegue ainda ter vontade própria e depende de você”, Secretário de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi.




Até o dia 16 de maio, mais de 35 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a gripe em todo o país. O número representa 71 por cento do público-alvo que, além das gestantes, é composto também por mães no pós-parto, crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos, pessoas com deficiências, idosos e trabalhadores da saúde. Todos os estados já contam com 100% das doses da vacina, como explica o secretário de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi.

“Nós temos vacina suficiente para todo o público-alvo e até o dia 20, alcançaremos as nossas metas. Para esta população, que na nossa estimativa chega a 49 milhões de pessoas, enviamos 54 milhões de doses a todos os estados”.

Os estados do Paraná, São Paulo, Amapá, Espírito Santo e o Distrito Federal já bateram a meta de vacinação do público-alvo. A campanha de vacinação contra a gripe acontece até a próxima sexta-feira, dia 20 de maio.




Fonte: Anderson Andrade / Blog da Saúde




Confira também

Construção de novo Ponto de Apoio à Saúde de Capetinga na zona rural de Muriaé

A Prefeitura de Muriaé, por meio da Secretaria de Obras, está construindo, em terreno próprio, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *