Personalidades de Muriaé – Paulo Porto



Paulo Porto (Muriaé, 1º de setembro de 1917 – Rio de Janeiro, 3 de julho de 1999) foi um ator brasileiro de rádio, teatro, cinema e televisão. Trabalhou também como diretor, roteirista e produtor.

Radicou-se no Rio de Janeiro em 1940 e foi um dos pioneiros do rádio e da televisão. Estreou no cinema em 1947, com o filme Asas do Brasil, dirigido por Moacyr Fenelon. Protagonizou filmes baseados na obra de Nelson Rodrigues como Toda nudez será castigada e O Casamento, dirigidos por Arnaldo Jabor.

Filmografia

  • 1988 – Dedé Mamata
  • 1987 – Os Fantasmas Trapalhões
  • 1986 – Com Licença, Eu Vou à Luta
  • 1984 – Memórias do cárcere
  • 1982 – Pra Frente, Brasil
  • 1979 – O Bom Burguês
  • 1979 – As Borboletas Também Amam (como ator e produtor)
  • 1978 – Fim de Festa (como ator, produtor, diretor e roteirista)
  • 1978 – A Noiva da Cidade
  • 1976 – O Casamento
  • 1973 – Toda Nudez Será Castigada (como ator e produtor)
  • 1973 – Os primeiros momentos
  • 1973 – As Moças Daquela Hora (como produtor, diretor e roteirista)
  • 1971 – Como ganhar na loteria sem perder a esportiva
  • 1970 – Os Herdeiros
  • 1970 – Em família (como ator, produtor, diretor e roteirista)
  • 1970 – Pra Quem Fica, Tchau (como ator e produtor)
  • 1969 – O Bravo Guerreiro
  • 1969 – A Penúltima Donzela (como ator, produtor e roteirista)
  • 1968 – Fome de amor (como ator e produtor)
  • 1968 – Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa
  • 1965 – Um ramo para Luiza (como ator, produtor e roteirista)
  • 1951 – Milagre de amor
  • 1949 – O homem que passa
  • 1949 – Dominó negro
  • 1948 – Inconfidência Mineira
  • 1947 – Asas do Brasil

Fonte: Wikipédia

Últimas notícias em vídeo



Um comentário para “Personalidades de Muriaé – Paulo Porto”

  1. Fundarte says:

    Vejam a página da Cinemateca Paulo Porto no site da Fundarte:

    http://www.fundartemuriae.com.br/conteudo/conteudo.php?id=52

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.