17 são detidos pela PM em rinha de galo em Muriaé



A Polícia Militar estourou uma rinha de galos, na tarde deste domingo (18), na zona rural de Muriaé.

Por volta das 16h, a PM recebeu denúncia anônima dando conta de que uma rinha de galo estaria acontecendo em uma fazenda na comunidade do Santo Cristo, próximo ao distrito de Vermelho. Segundo a denúncia, várias pessoas estariam pelo local, inclusive algumas portando armas de fogo, e que os animais estariam sofrendo maus-tratos.

Várias equipes da PM procederam ao local para averiguação da denúncia. No momento de chegada das guarnições, havia uma grande movimentação na fazenda e várias pessoas conseguiram evadir, sentido a um matagal nas proximidades, ainda assim várias foram contidas pelos policiais.

Os militares confirmaram que de fato estava ocorrendo uma rinha de galos no local, sendo encontrada uma arena de combate, com alguns galos soltos nas proximidades, além de várias gaiolas onde foram localizados 19 animais, sendo que um destes foi encontrado morto, com vários ferimentos na cabeça.

Durante varredura no local, foram apreendidos vários materiais relacionados à rinha de galo, dentre eles 299 esporas, 55 biqueiras, quatro tesouras, três agulhas-arco, um rolo de esparadrapo, um rolo de barbante, uma seringa, uma lixa, uma serra e um frasco de terramicina (um forte antibiótico).

Os envolvidos receberam voz de prisão por maus-tratos. A pena varia de três meses a um ano de cadeia, além de multa. Um dos autores se apresentou como responsável pelo local, afirmando que havia arrendado a propriedade. Todos foram levados para a Delegacia de Polícia, sendo necessário o acionamento de uma van da PM. Dos galos, dois vivos e um morto também foram levados a DPJ. O restante ficou cautelado na propriedade rural.

Durante a ação policial, um carro que estava ao local foi removido ao pátio credenciado, pois se encontrava com vários materiais idênticos aos encontrados no local para a prática de rinha de galo.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.