Homem é preso suspeito de estupro em São Francisco do Glória



Um homem de 38 anos foi preso, na madrugada desta quarta-feira (9), suspeito de estupro em São Francisco do Glória.

Por volta da 1h, a Polícia Militar recebeu uma ligação via 190 de uma adolescente, de 14 anos, com a voz trêmula e chorando. Ela relatou que o ex-companheiro de sua mãe chegou em casa amado e bastante exaltado, chegando a ameaçá-las de morte. A adolescente conseguiu fugir da residência e esperou pela chegada da polícia nas proximidades da igreja católica.

A equipe da PM procedeu a residência onde se deu o fato, uma casa localizada na Rua Maximiliano Vaz, no Centro. Os PMs fizeram contato com a mãe da menor, de 48 anos. Ela autorizou a entrada dos militares no imóvel e disse que seu ex-amásio lhe ameaçou por telefone e posteriormente chegou na sua casa portando uma arma de fogo e entrou na residência à força. Dentro do imóvel ele repetiu as ameaças, que foram gravadas pelas vítimas.

Os dois conversaram e ela conseguiu distrair seu ex-marido para que sua filha saísse do local. Da mesma forma ela conseguiu desarmá-lo e esconder o revólver que ele portava. Ela disse aos policiais ainda que ele estava deitado em um dos quartos do imóvel.

O autor foi preso em flagrante e a arma utilizada no crime apreendida, sendo um revólver calibre 38, carregado com duas munições intactas. Ele já tinha passagens por estupro cometido no município de Ervália, homicídio consumado em Visconde do Rio Branco e homicídio tentado em São Francisco do Glória.

A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Carangola. Enquanto a ocorrência era registrada, a mulher relatou que recentemente havia sido estuprada pelo seu ex-marido. Ela foi levada para a Casa de Caridade de Carangola para realizar exames para constatar o estupro.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.