Médico é amarrado e amordaçado por bandidos dentro de casa em Astolfo Dutra



Médico é amarrado e amordaçado por bandidos dentro de casa em Astolfo Dutra

O médico cataguasense e candidato a Prefeito pelo Partido dos Trabalhadores, em Astolfo Dutra, Pedro César Martins, foi abordado por dois homens armados na noite da última terça-feira, 31 de julho, quando chegava em sua residência por volta das 21:30 horas. Segundo contou à Polícia, ele foi rendido por um dos marginais quando estacionou o carro na porta da garagem de sua casa. Eles levaram R$200 que estavam em seu bolso e o Fiat Pallio, placa HDG-6119.

Pedro César revelou que entrou com os dois homens em sua casa e lá eles amarraram ele, sua esposa, Neusa Aparecida Ribeiro Martins e o filho do casal, Carlos Eduardo de Souza Martins que foram trancados dentro do banheiro da residência e orientados a somente saírem de lá depois de três horas porque se este prazo não fosse obedecido Pedro César morreria.

Ainda segundo o médico, os assaltantes pediram o “dinheiro da campanha” e perguntaram onde ficava o cofre da casa e objetos de valor. Diante da resposta negativa de Pedro, um dos marginais revirou os móveis da casa enquanto o outro o ameaçava dizendo que ele morreria caso fosse encontrado alguma joia ou dinheiro. Antes de fugirem, Pedro levou uma coronhada na cabeça ao ser amordaçado e trancado no banheiro junto com sua esposa e filho.

Terminado o prazo de três horas dado pelos bandidos para que saíssem do banheiro, Pedro César e seus familiares livraram-se das amarras e mordaças e ligou para seu irmão, José Oscar, e em seguida procurou a Polícia Militar em Cataguases, justificando a demora em registrar a ocorrência devido à ameaça dos marginais a ele e sua família. A Polícia montou um cerco na região, mas até o momento não tem informações sobre os autores do crime. Após passar por exames médicos, Pedro César foi liberado e passa bem.

Fonte e foto: Marcelo Lopes

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.