Novos apartamentos do “Minha Casa, Minha Vida” terão sistema de captação de energia solar em Cataguases



Minha Casa, Minha Vida em Cataguases

O Gerente Geral da agência Cataguases da Caixa Econômica Federal, José Romero Barbosa, e o Secretário Municipal de Obras de Cataguases, José Maria Sasso, receberam das mãos do Diretor Regional da PWG Incorporações e Participação Limitada, Eurico Pousa, na tarde do último dia 28 de setembro, o projeto preliminar da construção de 850 apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida – PAC 2. Atualmente, estão sendo concluídos 464 apartamentos deste mesmo programa, em loteamento situado no Bairro São Marcos.

O novo empreendimento imobiliário será erguido no Bairro Justino, logo na saída para o Distrito de Aracati pelo mesmo grupo empresarial (PWG) que conclui as obras no São Marcos. O novo condomínio vai se chamar José Simões Lobo – “Zé Davi”. Segundo informou o Secretário Municipal de Obras, José Maria Sasso, a Prefeitura, agora, vai informar à Caixa Econômica Federal a capacidade de realizar os serviços municipais básicos de infra-estrutura como coleta de lixo, urbanização, entre outros no novo condomínio.

“A partir do momento em que a Caixa receber a comunicação oficial da Prefeitura comprometendo-se a realizar os serviços básicos no novo condomínio, ela está livre para assinar o contrato com a construtora imediatamente”, acrescentou José Maria. Ele informou ainda que o layout dos prédios será encaminhado à Câmara Municipal para avaliação e posterior aprovação. Eurico Pousa, revelou que todos os apartamentos vão utilizar o sistema de captação de energia solar e as paredes da cozinha serão revestidas de azulejo.

Todas as etapas do Programa Minha Casa, Minha Vida é supervisionado pela Caixa Econômica Federal, explica José Romero Barbosa. Cabe a ela validar as pessoas que vão receber os apartamentos, analisar o projeto de construção, selecionar a empreiteira, contratar a obra, acompanhar sua execução, liberar os recursos conforme cronograma e, concluído o empreendimento, contratar o parcelamento com as famílias selecionadas.

Fonte: Marcelo Lopes

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.