Home / Turismo / Turismo em Muriaé / Parque Estadual da Serra do Brigadeiro em Muriaé

Parque Estadual da Serra do Brigadeiro em Muriaé

Encravado entre vales, rios e montanhas da Zona da Mata Mineira encontra-se o Circuito Turístico Serra do Brigadeiro, uma associação de 11 municípios com identidades e afinidades turísticas, culturais e econômicas. O circuito é composto por Muriaé e mais dez municípios: Antônio Prado de Minas, Divino, Ervália, Eugenópolis, Fervedouro, Miradouro, Patrocínio do Muriaé, Pedra Bonita, Rosário da Limeira e Vieiras e, tendo como sede o município de Muriaé. O Ecoturismo, Turismo Rural e de Negócios integram o potencial desta bonita região desbravada pela Estrada de Ferro Leopoldina.




O principal atrativo do Circuito é o Parque Estadual Serra do Brigadeiro, considerado um dos últimos redutos de Mata Atlântica. O Parque ocupa o extremo norte da Serra da Mantiqueira e reúne o que há de mais belo da flora brasileira.

Sua rica biodiversidade é caracterizada por Mata Atlântica de Encosta e por Campos de Altitude. A Unidade de Conservação possui importância vital na preservação destes dois biomas, ameaçados de extinção e que foi incluída no Projeto Reserva da Biosfera da ONU, ao lado dos parques nacionais do Caparaó e da Serra dos Órgãos e do Parque Estadual do Rio Doce.

Criado em 1996, o Parque abrange uma área de 14.984 hectares, onde predominam montanhas, vales, chapadas, encostas além de diversos cursos d’água que integram as bacias dos rios Paraíba do Sul e Doce. O Brigadeiro também é refúgio de espécies da fauna ameaçadas de extinção. Sua fauna diversificada, dentre outros, destaca-se o mono-carvoeiro, também conhecido como muriqui, maior primata das Américas, ameaçado de extinção.

Seus principais atrativos são: a Pedra Redonda, 1.572 m; a Pedra Campestre, 1.908 m; o Pico do Soares, 1.985 m; e o Pico do Boné, 1.920 m e; o Pico do Itajuru, com seus 1585 m; além, é claro, de suas várias cachoeiras, que proporcionam aos visitantes deliciosos e refrescantes banhos.

O Parque do Brigadeiro possui dois acessos. O mais próximo de Muriaé – sede do circuito – é a portaria “Pedra do Pato” que está a 60 KM, com entrada pela BR 116 até Fervedouro, 20 KM por estrada de terra até o distrito de Bom Jesus do Madeira, mais 7 KM até chegar na sede. Já para quem vem de Belo Horizonte, o caminho passa por Viçosa, vai até o trevo para Ubá, segue o acesso para São Miguel do Anta e, depois, pela BR 482 até Araponga. A partir daí, seguir por 11 KM de estrada de terra até a “Portaria Araponga” do Parque.

O Parque não possui área de camping e a visitação deve ser feita no período diurno. Consulte a administração antes de visitar os atrativos do Parque pelo telefone: (32) 3721.7491. Horário de Funcionamento: 7 às 17 horas.

Além dos atrativos naturais, o Circuito possui outros importantes segmentos turísticos que também atraem muitos visitantes. A produção de artesanatos confeccionados com matéria prima local ajuda a preservar a cultura, história e ainda incrementam a economia das comunidades. Outro destaque, já no segmento de turismo de negócios é o “Pólo da Moda”, uma das maiores referências do mercado têxtil de Minas Gerais.

Ao visitar a região, aproveite para conhecer a gastronomia local, nas mais fantásticas e variadas receitas, com sabor e visual bem particular enriquecidos com toda tradição da comida mineira.

A arquitetura local é diversificada, mas ainda existem casarões em estilo colonial barroco e eclético bem preservados, que contam um pouco da história das Minas de Gerais.

No Brigadeiro é assim, muita tradição, história, belas paisagens e bem estar. Conheça todos nossos encantos. “Não dá pra explicar, tem que viver!”

Fonte: FUNDARTE
Foto: Michel Alvim

Confira também

Como chegar em Muriaé?

O acesso rodoviário a Muriaé, MG, pode ser feito pela BR-040, BR-262 ou BR-116. Publicações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *