Rio de Janeiro é a primeira cidade do país a desobrigar uso de máscaras

Com 1.705 mortes e a taxa de letalidade em 6,57%, o município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, é o primeiro a decretar oficialmente a desobrigação do uso de máscaras em locais abertos e fechados no município. A flexibilização está no decreto publicado na terça-feira (5) pelo prefeito Washington Reis.

De acordo com a prefeitura, o município tem 46,8% da população vacinada com as duas doses e 70% com a primeira dose. No total, já foram aplicadas mais de 900 mil doses de vacina contra a Covid-19 no município.

Segundo o prefeito Washington Reis, o bom desempenho no enfrentamento da pandemia motivou o decreto. “Essa decisão foi tomada com segurança. Em nossa cidade, garantimos 200 leitos de CTI em todo o período de pandemia e a maioria desses leitos serviram até para cidades vizinhas e, inclusive, a capital do estado. Além disso, nós avançamos na vacinação e hoje já temos crianças de 12 a 17 anos sendo vacinadas. Com isso, Duque de Caxias está autorizada a não usar máscara’, explica.

A professora do curso de saúde coletiva da Universidade de Brasília (UnB), Carla Pintas, faz um contraponto ao decreto de Duque de Caxias. Para ela, foi uma decisão precipitada. “É uma decisão bastante precipitada porque, de certa forma, ainda não é a maioria da população que está totalmente imunizada. Os números atuais não justificam uma medida desse porte. Essa desobrigação do uso de máscara causa uma falsa sensação para a população de que a pandemia está totalmente controlada”, diz.

Outras três capitais brasileiras já falam em flexibilização quanto ao uso da máscara de proteção.

O prefeito da capital carioca pensa parecido com o de Duque de Caxias. Para Eduardo Paes, o Réveillon e o Carnaval poderão acontecer sem que as pessoas usem a proteção e, ainda este mês, o uso já será liberado em locais abertos.

A vizinha São Paulo tem um estudo que propõe afrouxar as medidas que obrigam o uso quando 100% tiveram tomado a quantidade de doses recomendadas de vacina para a faixa etária. A prefeitura de Florianópolis afirma que irá parar de exigir uso de máscara em ambientes públicos quando a cidade atingir 80% do esquema vacinal completo.

O Brasil adotou o uso de máscaras como política de saúde pública em meados de abril de 2020. Não há uma data exata porque o Supremo Tribunal Federal (STF) deu autonomia para estados e municípios adotarem medidas de segurança contra a Covid- 19. Com isso, o decreto começou em diferentes dias no país. Até o momento, apenas o município de Duque de Caxias decreta o não uso da máscara fácil.

Fonte: Brasil 61


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo