Dragagem é realizada no Rio Preto para melhorar a captação de água

Foi realizada essa semana, em caráter emergencial, a dragagem do Rio Preto, especificamente no local onde está situada a balsa de captação de água para a Estação de Tratamento de Água (ETA), que fica às margens da BR 356, que liga Muriaé ao distrito de Vermelho.

Devido à falta de chuva na região, o local onde a balsa opera estava com uma profundidade muito pequena, de aproximadamente 60 centímetros, fazendo com que o equipamento encostasse no fundo do rio, comprometendo a captação.

Com o auxílio de uma retroescavadeira, foi removida parte da lama que se encontrava no leito do rio, trazida pelas erosões recorrentes nos últimos anos. Com a dragagem, a balsa passará a captar água a uma profundidade de, aproximadamente, 3 metros, beneficiando o trabalho e otimizando o abastecimento da ETA.

Antes de iniciar o processo, foi realizado um estudo por servidores do Departamento de Saneamento Urbano de Muriaé (DEMSUR), que atuam na área ambiental e protocolada autorização junto ao IEF (Instituto Estadual de Florestas).

Atualmente, a balsa do Rio Preto capta 58 litros de água por segundo. O projeto, para os próximos meses, é duplicar a capacidade de captação para oferecer um abastecimento mais eficiente aos consumidores. A Estação de Água do Rio Preto abastece o bairro Dornelas e adjacências, representando cerca de 20% de toda a população de Muriaé.

“O objetivo do Demsur é acabar, de vez, com a falta de água que já dura muitos anos, em alguns bairros de Muriaé. Para isso, são necessárias iniciativas como essa, assim como a realização de investimentos responsáveis que atenderão às necessidades de nossa população” completou o Diretor Geral da autarquia, Geraldo Júnior.

Fonte: DEMSUR


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo