Muriaé tem representante em reunião nacional de municípios

A 72ª edição da Reunião da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), realizada em Recife (PE) entre os dias 27 e 29 de novembro, contou com a presença de um representante da Prefeitura de Muriaé. A diretora geral da Fundarte, Flávia Neves, participou das atividades, reivindicando a retomada do chamado pacto federativo e uma distribuição mais justa dos recursos financeiros para a realização de projetos, especialmente em relação à área cultural.

De acordo com Flávia, as prefeituras têm assumido um papel cada vez maior nos investimentos em cultura, enquanto as parcelas dos estados e da União vêm caindo ano a ano. Segundo estudos divulgados pelo Observatório da Diversidade Cultural, de 2009 para cá, as responsabilidades dos municípios subiram de 45,12% para 61% dos valores totais, enquanto as participações dos governos estaduais e da federação caíram de 35,42% para 25% e de 19,46% para 14%, respectivamente.

A liberdade de expressão em todas as suas vertentes, inclusive cultural, direito garantido pela Constituição Federal, também foi uma das preocupações debatidas durante o encontro. Para a diretora da Fundarte, é importante que a FNP se manifeste de forma explícita em defesa do tema. “Recentemente, temos visto diversos agentes culturais sofrerem ataques que ferem tal direito e caminham de forma preocupante para um agravamento da censura. Precisamos combater esse mal de todas as formas possíveis”, destaca Flávia.

Prefeito se dispõe para articular e solucionar impasses

O prefeito Grego, que é diretor regional da Zona da Mata na Associação Mineira de Municípios, apoia as solicitações e se coloca à disposição da FNP e outros órgãos para eventuais debates sobre a redistribuição dos percentuais de investimentos. “O país atravessa um momento de grandes dificuldades que também afeta os estados e as prefeituras. Mas, com sensibilidade e compreensão às possibilidades de cada um, podemos chegar a um entendimento que seja, acima de tudo, capaz de trazer benefícios para toda a população”, afirma.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo