Home / Notícias / Cidade / SESC-MG fala sobre fechamento da unidade de Muriaé e avalia utilização de estruturas

SESC-MG fala sobre fechamento da unidade de Muriaé e avalia utilização de estruturas

Foto: Guia Muriaé
A notícia do fechamento da unidade do Serviço Social do Comércio (SESC) de Muriaé causou tristeza em boa parte da população da cidade.

Inaugurada em 06 de julho 2014, o SESC de Muriaé tem uma grande estrutura. A unidade foi construída em uma área de 125 mil metros quadrados e conta com restaurantes, ginásio, piscinas, chalés, quadras, anfiteatro, capela e outras estruturas.

A previsão inicial era que o SESC de Muriaé gerasse cerca de 100 empregos, o GUIA MURIAÉ tentou confirmar a informação, mas a assessoria de imprensa do SESC-MG não confirmou quantos funcionários vinham atuando na unidade até antes do fechamento da hospedagem, que aconteceu no dia 31 de julho deste ano.




Agora, o SESC-MG anunciou o fechamento total da unidade, que vai suspender todas as atividades no dia 10 de novembro. Funcionários já estão pintando os muros externos e retirando a logo do SESC.

Em nota enviada ao GUIA MURIAÉ, o SESC-MG falou sobre a decisão do fechamento da unidade de Muriaé e citou um possível uso das estruturas junto a outras instituições.

Confira a nota na íntegra:




O Sesc em Minas informa que, atento ao cenário atual do país, passa por uma fase de reestruturação e revisão do seu portfólio de ações e serviços. O objetivo é alocar os recursos da instituição da forma mais efetiva e relevante.

Para manter o nosso compromisso de continuar atendendo as cerca de 3,4 milhões de pessoas todos os anos em Minas, foi necessário realizar a suspensão de atividades administrativas e em serviços de hospedagem, que não têm demonstrado ser os mais relevantes para nosso público prioritário.




Esse foi o caso da unidade de hospedagem em Muriaé, suspensa no dia 31 de julho deste ano, além da unidade de serviços da cidade que será suspensa em 10 de novembro.

Estão sendo avaliadas algumas possibilidades de utilização das estruturas das unidades junto a outras instituições, já que se trata de um serviço de caráter social com legado reconhecido pelo público.

Até que isso aconteça, o Sesc em Minas se responsabiliza pela manutenção desses espaços. Seguimos trabalhando para garantir a missão do Sesc de ser um agente de transformação social, com foco no bem-estar do trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

SINE de Muriaé tem 4 vagas com salários de quase R$ 1.400

O Sistema Nacional de Emprego (SINE) em Muriaé disponibiliza nesta segunda-feira (14/10) um total de …

2 comentários

  1. É uma pena o fechamento desta unidade, espero que o espaço seja utilizado e administrado por alguém que tenha sabedoria pra aproveita-lo ao máximo, pois se trata de um espaço muito bom

  2. E as 200 crianças que frequentam o Programa Habilidades de Estudo, o PHE do sesc? Estou chocada com essa possibilidade! O PHE é frequentado em sua maioria por crianças advindas de áreas de risco social, é uma porta saudável que elas tem na nossa região para sair das ruas! Tem atividades pedagógicas, esportivas, artísticas e culturais, além de alimentação que muitas infelizmente não tem em casa! Vejo todos falando do lazer, isso não é a prioridade, as crianças sim, é nelas que temos que pensar nesse momento, e nos mobilizar diante ao poder publico para que elas não percam esse serviço que se tornou fundamental para elas e para a nossa sociedade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *