Prefeitura oferece atendimento educacional especializado para centenas de crianças muriaeenses



A Prefeitura de Muriaé oferece Atendimento Educacional Especializado (AEE) a centenas de crianças com necessidades especiais, alunas da rede municipal de ensino. Serviço complementar ao processo de escolarização, o objetivo do AEE é promover atividades pedagógicas que desenvolvem habilidades e auxiliam no aprendizado do aluno.

Na rede municipal, esse atendimento é oferecido em sete escolas. Além disso, 101 crianças especiais possuem o profissional de apoio especializado que as acompanha nas atividades escolares. “O objetivo do AEE é propiciar condições e liberdade para que o aluno com deficiência possa construir o seu aprendizado, dentro do quadro de recursos intelectuais que lhe é disponível”, diz a coordenadora da Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Smeel), Pollyana Matos.




Segundo a secretária da pasta, Maria da Conceição Rodrigues, a Nininha, a meta é ampliar o número de salas de AEE na rede municipal. “Nosso intuito é proporcionar atendimento multidisciplinar aos nossos alunos, com recursos de acessibilidade e estratégias que eliminem as barreiras para o desenvolvimento de sua aprendizagem”, diz.

O servidor público Nilson Machado, pai de uma menina de 6 anos, conta sobre os benefícios do projeto para a aprendizagem da filha. A menina começou a participar do projeto aos 3 anos, na Escola Municipal José Miguel Muahad. “Minha filha tinha dificuldades de socialização e, com o apoio do AEE, teve uma melhora considerável. Inclusive, aos 4 e 5 anos, ela não precisava mais estudar com o profissional de apoio, já tendo sua independência e habilidades desenvolvidas. Na formatura, foi escolhida para ser a juramentista da turma. Hoje, ela é elogiada na escola em que estuda”, conta. “O apoio no início da alfabetização foi fundamental”, completa.

Profissionais são capacitados para aprimorar atendimento

Desde 2017, as professoras de AEE e os profissionais de apoio especializado têm passado por diversas capacitações sobre temas como autismo, Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, deficiências intelectual e auditiva, dificuldade de aprendizagem, alfabetização e letramento. Para isso, a Prefeitura firma parcerias com instituições especializadas, como a Associação Muriaeense dos Autistas, Associação dos Surdos de Muriaé e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais.

“O atendimento às crianças especiais deu um salto significativo desde ano passado. Temos percebido essa diferença na aprendizagem dos alunos”, considera a professora de AEE da Escola Municipal Cândido Portinari, Sandra Campbell.

Além das capacitações de profissionais, o serviço recebeu outras melhorias a partir de 2017, como a reestruturação e padronização de documentos e protocolos pedagógicos utilizados nas salas de aula; o cadastramento do público-alvo do serviço; fortalecimento da relação pedagógica entre professores, diretores, pedagogos e famílias dos alunos; e fortalecimento da visão multidisciplinar dos casos. “Estamos empenhados em aprimorar cada vez mais a educação oferecida a essas crianças, para que tenham melhores condições de acesso, participação e aprendizagem”, diz o prefeito Grego.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.