Home / Notícias / Entretenimento e cultura / Muriaeense em destaque: Pedro Bismarck relembra fase em que atuava com Chico Anysio

Muriaeense em destaque: Pedro Bismarck relembra fase em que atuava com Chico Anysio

Ele mesmo se confunde com o seu famoso personagem! Pedro Bismarck abriu o coração nos bastidores do mesão do Criança Esperança, durante o Caldeirão do Huck do sábado, 31. Além de analisar a sua personalidade e comentar da saudade que sente de Chico Anysio, o intérprete do Nerso da Capitinga afirma que tem um jeito bem parecido com seu personagem. “Eu sou jeca de tudo. Nasci em uma cidade pequena, Muriaé, em Minas Gerais, então, tem uma coisa de roça que não são sai de mim”, diz ele, que se diverte ao completar: “A gente sai da roça, mas a roça não sai da gente”.

Pedro Bismack declara que se sente muito feliz e lisonjeado com as imitações feitas, tanto por anônimos, quanto pelos famosos. “É o Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest e os atores, Humberto Martins e Eduardo Galvão. Acho muito legal. A gente só imita quem a gente gosta. O Nerso é bonzinho. Considero uma homenagem de todas essas pessoas”, lista o ator.




Discípulo de Chico Anysio, Pedro relembra os tempos da Escolinha do Professor Raimundo, onde conheceu um outro ídolo: “Me lembro, eu garoto, imitando o Chico e depois tive a honra de trabalhar ao lado dele. Assistia ao programa por causa do Rogério Cardoso. Eu era doido por ele. Mas para o meu azar, fui sentar na frente do Rogério. Aí não podia vê-lo. Quando eu atuava com o Chico Anysio, eu não via o Chico. Mas quando eu ia conversar com ele, era uma grande aula. Inesquecível”.

Fonte: Caldeirão do Huck





Confira também

Pagode solidário: doações de live do cantor Eullão serão revertidas para a Saúde Mental

Domingo (24) é dia de pagode solidário com o cantor Eullão, que faz show online …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre