Resumo da novela Nazaré – 10/01 a 14/01

Confira o resumo dos próximos capítulos da novela Nazaré (de 10 de janeiro a 14 de janeiro), exibida pela Band, e fique por dentro dos principais acontecimentos desta semana.

Segunda-Feira, 10 de Janeiro

Capítulo 170: Perigo. Não se aproximem”.

Toni estranha ver Nazaré, mas regista que ela está com Bernardo e que o jovem diz, no meio da conversa, que Duarte só está com Bárbara por causa do filho. Matias vai ter com Sofia a casa e desabafa com ela sobre a situação de Glória e Ismael.

Sofia acha que tanto Matias como Toni estão a ser preconceituosos e que Glória tem todo o direito a ser feliz. Carol está com raiva de Matias, mas tenta disfarçar.

Ismael vai ter com Glória a casa e diz-lhe que não vai desistir dela e que vai perceber o que é necessário fazer para que os filhos o aceitem. Glória manda-o embora mas Ismael, persistente, deixa-lhe mais uma carta.

Toni vai ter com Bárbara à Atlântida e diz-lhe que aceita a sua proposta e a vai ajudar a engravidar mas, em troca, quer que o pagamento seja generoso. Em casa dos Soares, Érica ajuda Luís a subir para a prancha e a tentar equilibrar-se quando são surpreendidos por Verónica que ameaça Érica e lhe diz que, caso não deixe de ver Luís, lhe tira a filha.

Érica fica cheia de raiva da mãe mas, por outro lado, teme as consequências. Em casa dos Carvalho, Heitor toca à campainha e Carol deixa-o entrar.

Heitor pergunta à filha o que se passa e esta conta-lhe da relação de Sofia com Matias e diz que se quer ir embora para longe com ele. Heitor tenta controlar a raiva que sente e avisa Carol que não se podem ir embora só os dois, que quando forem vão todos e que para isso precisa da sua ajuda.

Duarte liga a Nazaré. Com sinceridade, agradece-lhe todo o esforço e apoio que lhe tem dado e tudo o que está a fazer por ele.

Nazaré conta a Duarte que já lhe tinha ligado, mas que foi Bárbara quem atendeu. Duarte regista a informação, revoltado.

Nazaré diz-lhe ainda que sabe que ele é inocente e que o seu objetivo é conseguir provar isso e que, a partir desse momento, sai da vida dele e o deixa em paz. No Restaurante, o ambiente está tenso entre Glória e Toni.

Ismael chega, e decidido a lutar por Glória, diz que como prova do seu amor se deu como culpado do tráfico de meixão. Na cozinha do Hotel, Sofia e Laura desabafam uma com a outra.

Nuno aparece e estranha a presença de Sofia pois achava que esta estava com Matias. Sofia fica confusa e Nuno explica que Matias recebeu uma SMS de Sofia e saiu para ir ter com ela.

Sofia, em pânico, sai a correr em direção a casa com Nuno atrás dela. Heitor está de arma apontada a Matias.

Ele fica com medo, mas mantém a sua postura e diz que só se vai afastar de Sofia se Heitor o matar. Heitor olha-o num tom ameaçador e avisa que, caso não se afaste de Sofia, será ela a morrer.

Matias enfrenta Heitor e diz que não pode obrigar Sofia a ficar com ele. Heitor, em tom de ameaça, volta a avisar Matias que, ou deixa Sofia, ou ela morre.

Nazaré e Bernardo analisam os bilhetes e a falha de impressão e chegam à conclusão que, se conseguirem descobrir a quem pertence a impressora, descobrem o assassino de Félix. A tensão é cada vez maior.

Terça-Feira, 11 de Janeiro

Capítulo 171: Carol e Sofia fazem as malas para ir embora. Sofia está visivelmente nervosa e Carol pergunta à mãe se está arrependida e quer voltar atrás com a sua palavra.

Sofia diz-lhe que não é uma decisão fácil para ela mas se é o que é preciso para fazer a filha feliz, não vai desistir. Bárbara vai ao Hotel ter com Cris.

Entra no seu quarto e propõem-lhe um acordo: em troca de um saco de heroína para lhe aliviar o sofrimento, Bárbara só precisa da ajuda de Cris para que consiga engravidar. Cris fica estupefacto com a proposta.

Cris, muito nervoso, olha para o saco de heroína e segue para o wc. Ficamos sem saber se vai ceder à tentação de consumir ou não.

Sofia e Carol aguardam ansiosamente a chegada de Heitor. Quando chega, Heitor olha feliz para a filha e para a mulher e diz a Sofia que tomou a decisão certa.

Estão prestes a sair de casa quando são surpreendidos por Matias e pelo inspetor Santos. Heitor percebe que tudo não passou de uma armadilha.

Bárbara chega a casa, toda contente, e pede desculpas a Duarte pelo atraso. Avisa que se vai vestir num instante para irem jantar fora e comemorar a sua liberdade.

Duarte, olha-a sério, e diz-lhe que não pretende ir com ela a lado nenhum sem antes perceber porque é que pediu a Cris que a ajudasse a engravidar. Em casa dos Carvalho, o clima é de grande tensão.

Heitor está fora de si por perceber que Sofia o traiu e lhe preparou uma armadilha. O Inspetor Santos vai para o deter, mas Heitor agarra em Carol e aponta-lhe uma arma à cabeça.

Ficam todos em pânico enquanto Heitor sai arrastando a filha. Santos sai atrás de Heitor deixando Sofia arrasada.

Na Quinta, a conversa entre Duarte e Bárbara continua. Bárbara está sem palavras e chora, muito nervosa, enquanto Duarte a olha desiludido.

Bárbara diz que fez tudo por amor, mas Duarte, irredutível, diz que o casamento deles acabou. Bárbara, fora de si, começa a fazer um escândalo e a implorar a Duarte que a perdoe.

Duarte está irredutível e aproveita a chegada de Bernardo para se conseguir soltar dela. Na cozinha do Hotel, Laura diz a Cris que já falou com Duarte sobre o que Bárbara fez e que ele não reagiu nada bem.

Cris está visivelmente nervoso, mas Laura incentiva o filho a deitar a droga fora e a esquecer o assunto. Matias tenta acalmar Sofia que está em pânico só de pensar que Heitor pode magoar Carol.

De repente, Santos chega com Carol e diz que Heitor a largou pelo caminho e que lhe perdeu o rasto pois parou a perseguição para ajudar Carol. Sofia fica aliviada e abraça-se a Carol que está completamente aterrorizada.

Carol, em lágrimas, pede desculpa à mãe e a Matias por nunca ter acreditado neles. Bernardo e Duarte conversam sobre o que Bárbara fez enquanto se encaminham para o Restaurante para jantar.

Quarta-Feira, 12 de Janeiro

Capítulo 172: Numa casa isolada, o/a encapuzado/a aponta uma arma a Nazaré, que está deitada numa cama e acaba de despertar. Nazaré consegue dar um pontapé no/a encapuzado/a e começa a fugir enquanto é perseguida pela pessoa que a raptou.

Nazaré, em desespero, vai fugindo e tentando abrir todas as portas por onde passa até que consegue abrir uma das portas e fica em choque ao ver Cláudia deitada numa cama de hospital em coma. Nazaré, sempre à escuta, confirma que não vem ninguém atrás dela e chega-se a Cláudia olhando para a amiga em choque.

O/a encapuzado/a procura por Nazaré, em todas as divisões, de uma forma doentia. Nazaré continua escondida quando, de repente, o/a encapuzado/a abre a porta.

Nazaré consegue fugir. O/a encapuzado/a ainda faz mira e dispara.

Nazaré corre, mas as dores no ombro da queda levam-na a abrandar e, quando se apercebe, está mesmo muito perto de quem a raptou. À entrada do Lar, Isabel está muito exaltada e pede aos dois agentes que a acompanham que entrem e acabem com aquela parvoíce.

Matilde chega, nesse momento, e pede a Isabel que a deixe falar com os amigos. Matilde tentam apelar ao bom senso de Ermelinda, Floriano e João mas estes não cedem e dizem que não pensam abandonar o Lar.

Isabel, já fora de si, ordena aos agentes que avancem e os expulsem mas, perante a situação, estes são incapazes de o fazer. Matilde olha para os agentes e agradece-lhes o ato de bondade.

Mais tarde, e já em casa, Matilde está preocupada com a falta de notícias de Nazaré. Toni e Joaquim, que estão com ela, também estão inquietos por não saber o que lhe aconteceu.

Toni liga a Duarte que confirma que Nazaré não está com ele. De repente, Joaquim repara numa gota de sangue e aí a preocupação torna-se geral e saem em busca de Nazaré.

Duarte, que está de saída, é surpreendido por Dolores que vai ter com ele à Quinta para lhe falar sobre Bárbara e pedir desculpa por todo o mal que a filha lhe fez. Duarte agradece a atitude, mas confessa a Dolores que não vai alterar em nada a situação dele e de Bárbara.

Duarte comenta com Dolores o que se passa com Nazaré. Sofia agradece a Nuno ficar de vigia à porta de casa.

Nuno tenta descansar Sofia e dizer que, caso Heitor regresse, o vão apanhar. Duarte e Dolores chegam a casa dos Soares e confrontam Bárbara com o desaparecimento de Nazaré.

Bárbara, de orgulho ferido, começa a atacar Duarte enquanto este tenta perceber se ela está a dizer a verdade ou não. Bárbara grita com Dolores completamente transtornada.

Nuno vai a casa tomar um banho e, sem que ninguém esperasse, Heitor entra para casa, sem ser visto, para surpresa de Sofia e Carol. Heitor tira-lhes os telemóveis e corta o fio do telefone para que não possam falar com ninguém.

Sofia e Carol estão aterrorizadas. Na casa Gomes, Duarte apressa Toni para que saiam à procura de Nazaré quando ela entra debilitada.

Nazaré conta-lhes o que aconteceu e que encontrou Cláudia. No espanto de todos por descobrirem que Cláudia afinal está viva.

Quinta-Feira, 13 de Janeiro

Capítulo 173: No Restaurante, Toni e Matias conversam quando Nuno chega e os interrompe perguntando a Matias se não era suposto estar com Sofia. Matias pensava que ele é que ia estar com Sofia.

Percebem que algo de errado se passa e seguem para casa de Sofia. Já em casa dos Carvalho, Matias e Nuno tocam à campainha quando Heitor ordena a Sofia que abra a porta e os despache e aponta a arma a Carol para que Sofia não pense sequer em vacilar.

Sofia despacha Nuno e Matias o mais rápido que consegue. A PJ localiza o corpo de Mike e informa Ana e a família.

Duarte desabafa com o primo e confessa que Nazaré é uma força da natureza e que não a consegue tirar da cabeça. Reforça que por mais que tente, parece que os seus caminhos estão destinados a cruzar-se seja de que forma for.

Bernardo recorda Olívia e diz ao primo que sente a falta dela, mas que não sabe interpretar os seus sentimentos, mas que só vai tratar de perceber a situação com Olívia quando resolver o homicídio do pai pois acha que Ismael não é culpado. Joaquim vai ter com Isabel ao Lar e entrega-lhe o contrato assinado.

Isabel chama um notário que lhe valida o mesmo e, sorridente, paga e agradece a Joaquim. Durante este processo vemos que Joaquim mexe no telemóvel.

Isabel entra no Restaurante gloriosa, mostrando o contrato a Toni, Glória e Dolores. No Restaurante, Isabel mostra o contrato a Toni, Glória e Dolores.

É aí que surge Joaquim mostrando a gravação. Isabel sente-se enganada e percebe que só tem uma solução, ou desiste do Mercado, ou vai parar à cadeia.

Depois de Bárbara já não estar na Quinta, uma noite Duarte acorda sobressaltado com a sua presença insinuando que está onde pertence, ao lado do seu marido. Duarte pede-lhe que saia, mas Bárbara recusa-se.

Duarte sai e pede-lhe que, no dia seguinte, já não esteja lá quando ele voltar. Duarte, depois deste episódio, vai a casa dos Soares e conta a Luís que Bárbara invadiu a Quinta na noite passada numa tentativa desesperada de salvar o casamento e que não pretende sair de lá.

Dolores ouve tudo e diz que, desta vez, será ela resolver a situação. Já na Quinta, Dolores, determinada, acorda e expulsa Bárbara do quarto de Duarte.

Está farta de lhe aparar os golpes. Bárbara fica triste e com raiva e pede à mãe que a deixe ir buscar as roupas, não quer sair de lá em roupa interior.

Dolores impede-a de voltar atrás e obriga-a a sair de casa assim. Matias e Toni, já desconfiados das mentiras de Sofia, decidem ir a sua casa e confrontá-la.

Sofia tenta fazer com que se vão embora, mas Toni entra, de rompante, à procura de Carol. Heitor aparece de arma em punho.

Heitor diz que vai sair dali com a sua família a bem ou a mal e que os irmãos deviam ir-se embora antes que as coisas comecem a correr mal. Sofia, em pânico, pede a Heitor que deixe Carol e diz-lhe que vai com ele.

Heitor quer levar a filha e a mulher, mas Sofia é assertiva e diz-lhe que a única forma de a ter de volta, é deixar ficar Carol para trás. Fora de si, Heitor sai com Sofia.

Sexta-Feira, 14 de Janeiro

Capítulo 174: Toni está ao telemóvel com Nazaré enquanto lhe vai dando coordenadas. Nazaré está confusa e sem perceber porque está a caminhar no areal e o que vai encontrar.

Toni chega perto dela e Nazaré vê escrito na areia o pedido de casamento de Toni. Toni declara-se fazendo um discurso muito emotivo quando é interrompido pelo barulho de uma avioneta com um novo pedido de casamento.

Nazaré fica confusa, mas Toni tenta apropriar-se do segundo pedido. Duarte chega, surpreendendo Nazaré, e reclamando o seu pedido de casamento.

Nazaré olha para eles os dois e percebe que chegou a altura de decidir com quem quer passar o resto da sua vida. NUNO DEIXA VERÓNICA À MORTE EM ALTO MARVerónica é surpreendida pelo inspetor Santos, em sua casa, com o intuito de a deter pela morte de Mike.

Verónica reclama-se inocente, mas Santos insiste que tem de a levar à esquerda. Verónica pede para ir ao quarto buscar um documento que prova a sua inocência e tranca o inspetor no seu quarto, vai ao cofre retirar todo o dinheiro, e foge perante o olhar estupefacto de Érica e Bernardo.

Duarte e Nazaré, determinados a apanhar a vilã, juntam-se a Bernardo para reunir todas as pistas que os possam levar a Verónica. Acabam por descobrir que alugou um carro e combinam ir até ao local e esperar que ela apareça.

Assim acontece, Verónica vai ao stand para levantar um carro alugado, enquanto Nazaré a observa do carro pois Duarte e Bernardo foram ao café. Nazaré, destemida, e não querendo deixar escapar a oportunidade, não aguarda nem por Duarte nem por Bernardo e faz frente a Verónica.

A megera pega no carro, tenta fugir, mas Nazaré atira-se à vilã com unhas e dentes e não a deixa escapar. Quando Santos chega ao local para deter Verónica, chega também Nuno e tudo acontece muito rápido.

Nuno manda um gás para dentro do carro onde está Verónica detida e “arranca” a vilã para a levar consigo. Já em alto mar, Nuno abandona Verónica um barco apenas com um balde de água e uma arma deixando-a à sua mercê sem dó nem piedade.

Ficamos no desespero de Verónica. GONÇALO ENTREGA-SE À POLÍCIA PELA MORTE DE MIKELaura engendra plano para incriminar Verónica pela morte de Mike.

Coloca cabelos da vilã no corpo e faz uma denúncia anónima. A PJ localiza o corpo e dá Verónica como culpada.

Gonçalo, depois de saber que Verónica foi detida, fica em pânico e não percebe como é que ela pode ser acusada de uma coisa que foi ele que fez. Laura pede-lhe que não diga nada e mantenha as coisas como estão.

Mais tarde, Prata conta a Laura que descobriram que foi Verónica quem encomendou o ataque ao hotel e que ordenou Mike que fizesse mal a Ana. Laura fica cheia de raiva e com sentido de dever cumprido pois finalmente Verónica vai pagar por todo o mal que fez à sua família.

Laura conta a Gonçalo que foi Verónica que ordenou o ataque ao Hotel e Gonçalo fica atónito. Mais tarde, Santos vai ao Hotel e Laura surpreende-se com a sua presença.

Santos diz que ali está a pedido de Gonçalo. Gonçalo entrega-se pela morte de Mike e pede à família que compreenda que seria incapaz de viver com a culpa de outra pessoa estar a pagar pelo seu crime.

BÁRBARA TENTA MATAR NAZARÉ NO DIA DO CASAMENTOÉ o dia do casamento de Nazaré. Nazaré está na praia e olha o mar quando Matilde a encontra e refila por estar a sujar o vestido.

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo