Home / Notícias / Policiais / Acusado de homicídio no bairro Cerâmica é condenado a 12 anos de prisão

Acusado de homicídio no bairro Cerâmica é condenado a 12 anos de prisão

Um jovem de 19 anos foi condenado, na tarde quinta-feira (2), a 12 anos de prisão pelo homicídio de um homem de 53 anos no bairro Cerâmica. A condenação foi decidida por júri popular em Muriaé.

O crime aconteceu no dia 17 de maio de 2015, na Rua Artur Duarte. Paulo de Tarso Costa morreu após levar dois tiros nas costas. No momento do fato, ele estava com sua neta no colo. Após ser atingido, ele tentou correr para o interior da casa, caiu ao solo e acabou morrendo no local.

Após levantamentos, a polícia chegou a G.O.P., que na época tinha 18 anos de idade. Ele também era morador da Rua Artur Duarte e foi preso por uma equipe da Polícia Civil, em cumprimento a um mandado de prisão. Na ocasião, investigadores fizeram cerco a sua residência e deram ordem para que ele se rendesse e se entregasse, contudo ele desobedeceu e tentou evadir pelos fundos do imóvel, mas acabou capturado. A motivação para o crime seria pelo fato da vítima ter participação na morte de dois colegas do autor, tendo levado as vítimas para supostas emboscadas.




O julgamento teve início na manhã de hoje, no Fórum Tabelião Pacheco de Medeiros, e foi conduzido pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Muriaé, Maurício José Machado Pirozi. Por ser menor de 21 anos, réu primário e confesso, a pena, que poderia chegar a 20 anos, acabou sendo reduzida. Ele foi condenado por homicídio triplamente qualificado.

Fonte: Guia Muriaé




Confira também

Corpo de Bombeiros alerta para riscos de afogamentos

Durante o período de férias, muitas pessoas procuram diversão em cachoeiras, lagoas e rios. Em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *