Home / Notícias / Policiais / Foragido da justiça é preso e três pessoas são detidas após dois roubos em Muriaé

Foragido da justiça é preso e três pessoas são detidas após dois roubos em Muriaé

Quatro pessoas foram detidas, na noite dessa quarta-feira (25), após dois roubos a mão armada em Muriaé.

Os roubos aconteceram por volta das 21h, no bairro Cardoso de Melo, e foram praticados por dois indivíduos em uma motocicleta. A primeira vítima foi abordada pela Rua Manoel Florentino de Carvalho. O garupa, de posse de uma arma de fogo, sob ameaça de morte, subtraiu da vítima um aparelho celular e uma bolsa contendo a quantia de R$ 180,00. Após o fato, os autores praticaram um segundo roubo, na Rua Vanderley Cardoso. Duas jovens tiveram seus aparelhos celulares tomados de assalto. Em ato contínuo, os autores evadiram, tomando rumo ignorado.




Durante rastreamento pela Rua Santos Dumont, no bairro Aeroporto, militares depararam com D.S.M., 20 anos, transitando em atitude suspeita. Como sabiam que contra o mesmo havia um mandado de prisão em aberto, foi procedida a abordagem e busca pessoal, porém nada de ilícito foi encontrado com o mesmo. Foi dada voz de prisão ao autor, momento em que o mesmo tentou desvincilhar-se no intuito de fugir, mas foi contido. Em seguida, ele passou a gritar com a população que acompanhava a ação policial para que lhe ajudasse.

Nesse ínterim, enquanto o autor era colocado na viatura policial, um cidadão filmava o trabalho da PM com um aparelho celular e foi solicitado que acompanhasse a equipe policial como testemunha, porém o mesmo correu e adentrou em um bar. Dentro do estabelecimento, ele tentou se livrar do celular e foi preso por desobediência, momento em que passou a desacatar os policiais militares. A filha dele tentou intervir e também passou a desacatar os PMs, vindo a receber voz de apreensão por desacato.

Enquanto realizavam a prisão/apreensão, um rapaz passou a acusar um policial militar de ter furtado seu aparelho celular, afirmando que ele tinha pegado o aparelho e colocado no bolso da calça. Na presença do Comandante do Patrulhamento da Unidade, o PM esvaziou por duas vezes os bolsos de sua calça e gandola, comprovando que não havia furtado o o referido celular. O rapaz então foi preso pelo crime de calúnia.

Os quatro foram conduzidos a Delegacia de Polícia para demais providências. Já pela delegacia, o foragido da justiça foi reconhecido por uma das vítimas que teve seu celular roubado no bairro Cardoso de Melo.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Homem é preso após roubar celular de idosa em Muriaé

Um homem de 39 anos foi preso, na noite desse domingo (9), após um roubo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *