Jovem é preso após quebrar vidraça de concessionária e furtar moto em Muriaé



Um jovem de 18 anos foi preso após quebrar a vidraça de uma concessionária de motocicletas e furtar um veículo, na noite dessa quinta-feira (23), na região central de Muriaé.

O crime aconteceu, por volta das 23h, na Rua Santa Rita. Dois indivíduos quebraram a vidraça da concessionária e furtarem uma motocicleta Yamaha XJ6, de cor azul. Durante a ação, eles ainda danificaram outras duas motocicletas.

Após rastreamento, policiais militares localizaram um dos autores pela BR 116, próximo a um posto de combustíveis, entre Muriaé e Miradouro. Ele estava parado no acostamento da rodovia tentando ligar a motocicleta furtada. Ao avistar a viatura policial, tentou fugir, mas foi contido.




Em relato a polícia, o criminoso disse que estava fazendo uso de bebida alcoólica no bairro do Porto e ofereceu drogas para um cidadão desconhecido em troca de ele quebrar a vidraça da concessionária. No local dos fatos, tal indivíduo se apoderou de uma pedra e atirou contra a vidraça.

O meliante ainda disse que planejava esconder a motocicleta furtada em Miradouro e posteriormente levá-la para a cidade do Rio de Janeiro, onde tentaria trocá-la por drogas ou armas de fogo.

O autor foi preso em flagrante e conduzido a Delegacia de Polícia. O outro criminoso não foi localizado.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.