Mãe de jovem encontrado morto em acidente fala sobre caso; passseta acontece neste sábado em Muriaé

A tragédia ocorrida no sábado, dia 23 de outubro, na BR-356 – Km 5, nas proximidades a Comendador Venâncio, distrito de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, vitimou o muriaeense Alexander Oliveira Paz, de 24 anos de idade. O acidente se caracterizou como uma colisão de frente envolvendo os veículos UP e Jepp, com placas de Muriaé.

O caso ganhou grande repercussão e gerou sensibilização nas mídias e redes sociais pela falta de informações sobre o acidente, sendo que as autoridades competentes investigam o acidente buscando esclarecer o caso e dar uma resposta a sociedade.

A mãe da vítima fatal do acidente, Raimunda Passos, mais conhecida como Neth Passos, vem incansavelmente pedindo mais informações e justiça com o fato ocorrido. Além disso, ela alega o descaso ocorrido no local e lamenta a demora da informação do acidente ter chegado até ela.

Com isso, a redação do GUIA MURIAÉ entrou em contato com os familiares da vítima para maiores esclarecimentos sobre as informações dadas até agora sobre o caso.

QUAL HORÁRIO OS BOMBEIROS E POLICIAIS CHEGARAM AO LOCAL DO ACIDENTE?
Os Bombeiros de Itaperuna foram acionados às 08:16, já os policiais não tivemos informações.

QUAL HORÁRIO VOCÊ, MÃE DA VÍTIMA FATAL, FOI INFORMADA DO ACIDENTE?
Fui informada que tinha ocorrido o acidente às 14:11, porém sem qualquer informação do que tinha realmente acontecido com o meu filho.

QUAL FOI A JUSTIFICATIVA PARA A DEMORA DA CHEGADA DESTE FATO ATÉ A VOCÊ?
Haviam informado que o condutor do veículo estava em estado crítico e deu parecer que o acidente tinha acontecido naquele horário da ligação (14:11). Tentamos sem sucesso falar no celular do meu filho, aparelho este que estava recebendo inúmeras ligações e mensagens de amigos e de nossa família.

QUEM ENTROU EM CONTATO COM VOCÊ PARA INFORMAR O OCORRIDO?
Depois de muita procura e insistência, a irmã do motorista do carro informou que ele é meu filho tinham sofrido um acidente e assim começou a nossa procura do local.

QUAL A SUA ALEGAÇÃO SOBRE O DESCASO OCORRIDO COM A MORTE DE SEU FILHO?
O descaso foi algo desumano, cruel e deplorável, haja vista, que a partir do momento que meu filho faleceu. É angustiante todo o descaso provocado pelo próprio órgão público, a demora, a dificuldade em ter um velório digno, a forma como trataram meu filho como uma mera estatística, aquela região da rodovia, onde ocorreu a fatalidade, precisa de mudanças, necessita de reparos e respaldo, de atenção, pois a dor da impotência, de não poder fazer nada, e ter que deixar o próprio filho no mato sem qualquer resposta é insuportável, e eu não desejo para NINGUÉM. O órgão público precisa mudar a forma como reage nessas tragédias, pois um único e mesmo rabecão atende toda a região de Campos dos Goytacazes, Itaperuna, etc.

QUAL A SUA PRINCIPAL PERGUNTA SOBRE O ACIDENTE?
Minha principal pergunta é: porque não fomos avisados do acidente?Porque fomos avisados cerca de 6/7 horas depois do ocorrido? Por que não teve reportagem no local e por que pegaram os pertences do Alex sem a nossa autorização?

COMO ESTÁ O ANDAMENTO DAS INVESTIGAÇÕES?
As investigações prosseguem, o condutor do carro até hoje não foi prestar depoimento e a carta precatória até hoje não se tem informações.

VOCÊ JÁ FOI CHAMADA PARA PRESTAR DEPOIMENTO?
Não fomos chamados, contudo fomos por livre e espontânea vontade atrás de informações e nada foi nos passados. Eu preciso de respostas!

O QUE VOCÊ ESPERA DA AUTORIDADES COMPETENTES QUE ESTÃO INVESTIGANDO O CASO?
Espero que seja feita uma investigação verdadeira, íntegra. Eu quero que a VERDADE seja dita, tanto pelos envolvidos quanto pelo poder público.

QUAL É O OBJETIVO DA PASSEATA?
O objetivo da passeata é em busca da justiça, com o princípio de pressionar as autoridades competentes a se movimentar é solucionar através da pura verdade todo esse ocorrido desumano, pressionar o órgão a se modificar, para que jamais ocorra com outras famílias o que aconteceu com a gente.

QUAL HORÁRIO E LOCAL DA PASSEATA?
O local da passeata será na pracinha da prefeitura às 14:00 deste sábado, dia 29 de outubro, lembrando que está sendo distribuído blusas #justiçaporalex mediante encomenda pelo número (32) 98895-8030.

Reportagem: Isadora Paiva / Guia Muriaé


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo