Médico chama a polícia após ser desacatado em PSF de Muriaé

Nesta terça-feira (7), um médico do Programa Saúde da Família (PSF) de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de Muriaé chamou a polícia devido a um desacato de uma paciente.

O solicitante relatou a Polícia Militar que estava trabalhando na UBS, quando passou a ser desacatado por uma mulher, que bastante exaltada passou a reclamar da demora para o atendimento médico. Segundo o solicitante, ela ainda veio a proferir diversos xingamentos contra sua pessoa.

Questionada sobre os fatos, a paciente negou ter xingado o profissional de saúde, mas confirmou que se exaltou pela demora no atendimento.

O médico acabou dispensando as providências junto a polícia e a autora se retirou do local.

Desacato a servidor público

A infração está prevista no artigo 331 do Código Penal e prevê uma pena de detenção de seis meses a dois anos e multa.

Fonte: Guia Muriaé


2 Comentários

  1. Coitadinhos dos médicos chegam a hora que querem como se o povo estivesse a disposição deles,como se não tivesse trabalho esperando,e quando atendem nem prestam atenção ao que o paciente tem …
    E quando um professor é desacatado ameaçado,alguém faz alguma coisa?
    Um auxiliar de serviços gerais é desacatado n vejo ninguém falar nada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo