Polícia Civil investiga esquema de agiotagem e extorsão em Muriaé



Nesta sexta-feira (27), a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão em uma residência no bairro João XXIII, em Muriaé.

Segundo investigações, o imóvel seria de um indivíduo envolvido em um esquema de agiotagem na cidade. O alvo do mandado, um empresário que utilizaria de extorsão até com ameaças de morte, não foi localizado no local, que aparentemente já estaria desabitado há algum tempo.

O delegado Tayrone Espíndola, coordenador da Agência de Inteligência da Delegacia Regional de Muriaé, afirmou que o suspeito é de alta periculosidade e com alto poder econômico. “Ele costuma aterrorizar suas vítimas (devedores) para conseguir os benefícios econômicos que pretende”, disse.




O suspeito segue foragido e as investigações prosseguem.

Fonte: Guia Muriaé, com informações de Silvan Alves

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.