Home / Notícias / Policiais / SESI Muriaé sofre invasões e furtos após unidade ser fechada

SESI Muriaé sofre invasões e furtos após unidade ser fechada

A unidade do Serviço Social da Indústria (SESI) de Muriaé encerrou suas atividades no final do ano passado. Desde então, o SESI de Muriaé vem sofrendo com invasões e furtos.

Nas redes sociais, uma mulher registrou várias pessoas que invadiram a unidade e faziam uso da piscina. “Fico triste com essa situação, a invasão do SESI acontece todos os dias. A situação está ficando complicada para os vizinhos, porque não tem controle nenhum. O que resta a fazer é esperar a depreciação total do local. Fico indignada com o descaso”, disse. Outras pessoas denunciaram que o local estaria sendo usado para o consumo de drogas e que pessoas estariam fazendo sexo na unidade.




Nessa segunda-feira (19), aconteceu uma tentativa de furto no local. O funcionário de uma empresa de segurança chegou no SESI Muriaé e deparou com duas crianças no pátio. Elas saíram correndo e deixaram para traz um computador, um monitor, um teclado e um estabilizador. A Polícia Militar foi acionada e verificou que havia várias portas arrombadas na unidade. A perícia também compareceu ao local e realizou os trabalhos de praxe.

O terreno do SESI Muriaé foi doado a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) pela Prefeitura Municipal no ano de 1992. A FIEMG mantinha a unidade, porém no final do ano passado o fechamento do SESI Muriaé e de outras 40 unidades no Estado. Cerca de 300 famílias eram associadas à unidade de Muriaé.

Com o fechamento do SESI Muriaé, a FIEMG terá que devolver o terreno a Prefeitura de Muriaé. O Poder Executivo ainda não informou o que pretende fazer com as instalações.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Dois são presos após tiros contra residência em Muriaé

Dois homens foram presos, na tarde desse sábado (22), após disparos de arma de fogo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *