Cataguases registra 249 novos casos de dengue e intensifica o combate ao mosquito transmissor

Casos de dengue em Cataguases

O Núcleo de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde está intensificando os trabalhos de combate à dengue em Cataguases. De acordo com o coordenador Técnico de Endemias, Wallace George Oliveira, “até o momento, foram duzentos e trinta e nove notificações de suspeita de dengue em Cataguases, sendo que quarenta e oito já foram confirmadas. Houve registro de circulação viral nos bairros Vila Domingos Lopes, Santa Clara, Paraíso, Ibraim, Pouso Alegre e Haidée, bem como nas proximidades da Avenida Guido Marliére”, revelou Wallace.

Devido a esses fatores, estão sendo feitas Atividades Operacionais de Campo com o UBV veicular, conhecido como Fumacê, que desde o dia 20, faz o trabalho de bloqueio da transmissão da dengue. “Os bairros trabalhados inicialmente serão: Santa Clara, Ibraim, Pouso Alegre, Sol Nascente, Centro, Praça Santa Rita, Haidêe, Estação Ferroviária, Vila Domingos Lopes, Granjaria, Independência, Paraíso, Dico Leite, Primavera, Esperança, Vila Tereza, Beira Rio, Bom Pastor, Isabel Tavares, Imê Farage, Guanabara, Popular, Pampulha, e Marote”. Wallace também lembrou que “quando o Fumacê estiver passando perto da sua casa, abra as portas e janelas, cubra os alimentos e utensílios domésticos, proteja as gaiolas dos pássaros, retire as roupas dos varais, deixe a casa aberta por no mínimo duas horas, além disso, mantenha as caixas d’água totalmente tampadas, limpe as calhas, não deixe água parada em recipientes, dê destino certo ao lixo e siga os conselhos dos Agentes de Saúde Pública”, ensinou.

Atualmente são quarenta e oito Agentes de Saúde Pública do Controle de Endemias fazendo os trabalhos de eliminação dos focos, tratamento das áreas de risco, coleta de amostras para análise em laboratório, além de campanhas educativas, com o objetivo de baixar a densidade populacional do mosquito Aedes aegypti na cidade. “Para acabar de vez com a dengue, é necessário a participação de todos”, frisou Wallace.

Fonte e foto: Paulo Victor Rocha


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo