Covid: sindicato dos médicos de MG pede suspensão de Réveillon e Carnaval

O Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sindmed-MG) emitiu nota, na segunda-feira (29), pedindo a suspensão dos eventos de Réveillon e Carnaval no Estado.

A entidade seguiu o posicionamento da Federação Médica Brasileira (FMB), acreditando que no Brasil a situação ainda demanda cuidado por parte das autoridades e da população.

– Nossa entidade acredita que o momento, mesmo com a redução nos números da Covid-19 no país, ainda precisa de alerta, pois a Europa vive a quarta onda da doença, com a chegada da nova variante Ômicron e com a flexibilização e medidas que acabam aumentando os casos da doença – afirma o sindicato.

O diretor do Sindmed e vice-presidente da Federação Médica Brasileira, Fernando Luiz Mendonça, diz que a população deve manter o uso de máscaras e o adotar distanciamento social.

– A gente ainda não sabe se as vacinas disponíveis vão conseguir dar uma resposta positiva para essa nova variante – destaca.

O sindicato acredita que as medidas preventivas devem ser mantidas e a vacinação reforçada em todo o Estado para evitar o pior.

– Vivemos um momento no qual é essencial manter as medidas preventivas contra a Covid-19 e reforçar a ampliação da vacinação no país, para coibir a doença. Entendemos assim que a realização das festividades com aglomerações tende a agravar a situação de transmissão e piorar drasticamente o cenário da doença – disse o sindicato, em nota.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo