Criador ilegal de pássaros é multado em quase R$ 100 mil



Em mais uma ação de fiscalização, a Polícia Militar de Meio Ambiente encontrou pássaros em situação irregular em criadouros nas cidades de Martins Soares em Alto Jequitibá na última semana.

Em Martins Soares, os policiais fiscalizaram um criador amador de pássaros e encontraram oito pássaros no plantel, além de um papagaio. A relação de registro conferia com a quantidade, no entanto, ao verificarem as anilhas somente duas eram idôneas.

O criador foi preso e responderá a inquérito policial pela adulteração das anilhas. Foram aplicadas multas que somaram R$ 94 mil. Os pássaros foram apreendidos e deixados com o autuado na condição de depositário fiel.




Já em Alto Jequitibá, outro criador foi fiscalizado e tinha um plantel físico de quatro pássaros trinca-ferros. A mesma situação irregular foi constatada a partir das anilhas. Havia sinais de adulteração: números desalinhados, anilhas fora da medida, tanto parede, altura e diâmetros, amassadas, alfanuméricos fora do padrão IBAMA.

Foram aplicadas multas de R$ 33 mi. Os pássaros foram apreendidos e deixados com o autuado na condição de depositário fiel. Ele também responderá inquérito policial.

As ocorrências foram registradas pelo sargento Ladsmar e os cabos Werneck e Cerqueira.

Fonte: Portal Caparaó

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.