Defesa Civil alerta para chuvas intensas em Minas Gerais nas próximas 48 horas

A Defesa Civil Nacional, por meio do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres, o Cenad, alertou, nesta sexta-feira, 7 de janeiro, q ocorrência de fortes chuvas em quatro estados brasileiros no próximo fim de semana.

Dois avisos meteorológicos de grande perigo foram emitidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

De acordo com o Inmet, o volume de chuvas previsto é acima de 100 mm por dia.

O diretor do Cenad, Armin Braun, destaca a importância da população ficar atenta.

“É importante que a população fique atenta e acompanhe a difusão de outras informações nas redes sociais e pelos alertas enviados por SMS. É importante, também, procurar orientações nas defesas civis municipais e estaduais, que precisam ter um planejamento para as ocorrências de chuvas fortes. O ideal é mapear as localidades com maior risco e, se necessário, fazer evacuação preventiva, além de aprimorar os sistemas de alerta e alarme”

O Cenad, assim como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, e a Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, passou a contar com imagens em alta resolução para mapear as regiões mais afetadas pelas chuvas em todo o Brasil.

As imagens são produzidas a partir de um mecanismo de cooperação global que proporciona o fornecimento gratuito de imagens de geoprocessamento para embasar ações de resposta a desastres naturais e atendimento à população afetada.

Braun reforça como as imagens ajudam no trabalho da Defesa Civil Nacional.

“Essas imagens orientam nossas ações. A partir delas sabemos onde atuar com prioridade, identificamos áreas e acessos afetados e melhoramos a avaliação do tamanho e dos danos do desastre. Dessa forma, conseguimos atuar de maneira mais proativa no restabelecimento e recuperação de áreas afetadas”

Segundo o Inmet, haverá atuação do fenômeno Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) – quando uma faixa de nuvens fica praticamente estacionada, provocando grande quantidade de chuvas contínuas, na mesma área por, pelo menos, quatro dias – em grande parte do estado de Minas Gerais.

As previsões indicam um volume significativo (superiores a 100mm/dia) para a Região Metropolitana de Belo Horizonte, para a Zona da Mata Mineira, para o Rio Doce e para as regiões noroeste e oeste do estado.
Imagens de satélite

O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), assim como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), passou a contar com imagens em alta resolução elaboradas pelo International Charter Space and Major Disasters para mapear as regiões mais afetadas pelas chuvas em todo o Brasil.

As imagens são produzidas a partir de um mecanismo de cooperação global que proporciona o fornecimento gratuito de imagens de geoprocessamento para embasar ações de resposta a desastres naturais e atendimento à população afetada.

“Essas imagens orientam nossas ações. A partir delas sabemos onde atuar com prioridade, identificamos áreas e acessos afetados e melhoramos a avaliação do tamanho e dos danos do desastre. Dessa forma, conseguimos atuar de maneira mais proativa no restabelecimento e recuperação de áreas afetadas”, explicou o diretor do Cenad, ressaltando que as imagens ainda contribuem para a avaliação e validação dos alertas meteorológicos.

Fonte: Brasil 61

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo