Home / Notícias / Região / Feriadão termina com 22 mortes nas rodovias que cortam Minas Gerais

Feriadão termina com 22 mortes nas rodovias que cortam Minas Gerais

O feriado prolongado da Proclamação da República terminou com um total de 22 mortes nas rodovias federais que cortam Minas Gerais, de acordo com balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal.

Nos acidentes mais graves, as chuvas e as falhas humanas foram fatores determinantes que esse feriado se transformasse no feriado prolongado mais violento de 2019. Houve colisões frontais, capotamentos, atropelamentos, colisões com objeto fixo e saída de leito carroçável.

Entre quinta-feira (14) e domingo (17), foram registrados um total de 147 acidentes nas estradas federais sob circunscrição da PRF em Minas Gerais. Além dos 22 óbitos em decorrência dos acidentes, outras 200 pessoas ficaram feridas.




Além disso, o último feriado prolongado do ano foi também o mais letal de 2019, registrando inclusive, mais mortos do que o Carnaval, que tradicionalmente é o feriado mais perigoso. No Carnaval deste ano, nove pessoas morreram, menos da metade do número registrado durante a Operação Proclamação da República.

Os acidentes com mortes foram registrados nas cidades de Bom Jardim de Minas (BR-267), Itabirito (BR-040), Nova Serrana (BR-262), Uberlândia (BR-365), Pirapora (BR-365), Santos Dumont (BR-040), Pouso Alegre (BR-381), Três Marias (BR-040), Santa Luzia (BR-381), Felixlândia (BR-040), Campos Altos (BR-262), São João do Manhuaçu (BR-116), São Sebastião do Bela Vista (BR-381) e Manhuaçu (BR-262).

Fonte: Guia Muriaé





Confira também

Covid-19 é encontrado em 88% das amostras de esgotos de BH

Amostras de monitoramento feitas em 24 pontos de coleta do sistema de esgotamento de Belo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre