Ministério Público denuncia policial militar por envolvimento com tráfico de drogas na região

O Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata, ofereceu, nesta quarta-feira, 13 de janeiro, denúncia contra um policial militar do Estado de Minas Gerais por integrar uma organização criminosa.

O agente público foi preso durante a Operação Versus, desencadeada no dia 20 de dezembro de 2020 pelo Gaeco com a participação da Polícia Militar de Minas Gerais.

O MPMG aponta que a principal tarefa do policial seria repassar informações privilegiadas sobre a atuação da Polícia e dos demais agentes públicos aos traficantes do município de Visconde do Rio Branco. Em buscas realizadas durante a Operação Versus, no quartel da Polícia Militar, local de trabalho do investigado, foi encontrada, em sua posse, uma porção de substância semelhante à maconha, entre outros materiais.

O policial militar foi denunciado nas sanções do artigo 2º, caput, c.c parágrafos 2º e 4º, incisos I e II, da Lei nº. 12.850/2013, cuja pena varia de três a oito anos de reclusão e multa.

As investigações iniciaram durante a Operação Duplo Impacto, deflagrada no dia 10 de março de 2020, em Visconde do Rio Branco. Na ocasião, foram desmanteladas duas organizações criminosas e 17 membros foram denunciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa, porte de armas, corrupção de menores, entre outras infrações penais.

Fonte: MPMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo