Morador de Porto Firme morre vítima de Febre Amarela



A Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Viçosa teve acesso, na manhã desta quinta-feira (18), aos resultados dos exames do cidadão do município vizinho de Porto Firme, de 53 anos, que está internado em Viçosa, e do viçosense que veio a óbito na data de ontem, em Belo Horizonte, confirmando o diagnóstico de febre amarela nos dois casos.

Ontem a secretaria de Saúde já havia recebido a notificação da confirmação de febre amarela no outro paciente Porto Firme que está internado em Belo Horizonte. Fábio Ferreira Gonçalves, de 42 anos, não resistiu e acabou falecendo hoje. Ele chegou a receber os primeiros atendimentos médicos no Hospital São Sebastião, em Viçosa, até ser transferido para a capital mineira há alguns dias.

Categoria Três




Com a confirmação dos casos, toda a microrregião de Viçosa é enquadrada na categoria 3 de situação epidemiológica da classificação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). A nota técnica nº 07/2017 da pasta recomenda a intensificação da vacinação nos postos fixos, a busca a ativa e a ampliação do público alvo da vacina.

Ampliação do público alvo

Desde ontem, com a confirmação do primeiro caso de Porto Firme, a secretaria de Saúde de Viçosa autorizou a ampliação do público alvo da vacina contra a febre amarela na cidade. Idosos, gestantes e puérperas passaram a fazer parte da lista de pessoas que devem tomar a vacina.

Portanto, todas as pessoas que estão em Viçosa, com idade acima de 9 meses de idade, devem ser vacinadas. Gestantes, idosos e puérperas (mulheres amamentando crianças de até 6 meses) passarão pela triagem da equipe de enfermagem das unidades antes de tomar a vacina. As mães amamentando devem interromper a amamentação por 10 dias após tomar a vacina.

Até meta da secretaria de Saúde é aumentar a cobertura de vacinação da população de 74% para 85% até o próximo sábado (20). A secretaria de Saúde de Viçosa recebeu a confirmação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais a respeito da liberação de 60 mil doses da vacina para a microrregião de Viçosa. As doses estão sendo distribuídas entre as 16 Unidades Básicas de Saúde dos bairros, além da Policlínica Central. Na zona rural, a secretaria de Saúde realiza já há três dias a busca ativa dos cidadãos que ainda não foram vacinados.

Fonte: PMV

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.