Moradora de Muriaé é presa por falsa comunicação de crime em Leopoldina

Foto: Jornal O Vigilante Online
Uma mulher de 22 anos foi presa na quinta-feira, 10 de dezembro, em Leopoldina, por falsa comunicação de crime.

Segundo a Polícia Militar, ela informou que teria sido roubada no pátio de um supermercado localizado à Rua Maria do Carmo Sales, no Centro.

A prisão aconteceu após denúncia de que um Chevrolet Kadett, placas de Muriaé, com seus caracteres adulterados com fita isolante, estaria estacionado nas proximidades de um supermercado.

A PM rapidamente se deslocou ao local, ocasião em que os ocupantes iniciaram uma fuga saindo em direção ao Bairro Bela Vista. Os militares iniciaram acompanhamento tático, até que os indivíduos, um deles armado, desembarcaram e fugiram sentido a um matagal.

A mulher foi localizada no automóvel juntamente com seus dois filhos, ambos menores de idade. Inicialmente, conforme informou a polícia, ela alegou que aguardava seu esposo retornar do supermercado quando foi rendida pelos autores.

A PM desconfiou da denúncia depois que a suposta vítima entrou em contradição e após verificação nas câmeras de vigilância das imediações do supermercado, foi constatada a falsa comunicação de crime.

De acordo com a PM, ela informou que eles iriam realizar um roubo a veículo no pátio do supermercado e que os ocupantes do automóvel estavam armados.

O veículo foi apreendido e encaminhado para o pátio credenciado junto ao Detran em Leopoldina e a mulher foi presa e conduzida para a Delegacia Regional da Polícia Civil.

O Conselho Tutelar de Leopoldina foi acionado e acompanhou a ocorrência devido a presença de duas crianças no interior do veículo apreendido.

Atuaram na ocorrência os militares Sargento Miranda, Cabo Almeida, Cabo Delgado, Cabo Waine e Cabo Alan, com a colaboração do Cabo Coelho.

Fonte: Jornal O Vigilante Online


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo