Mulher mente que foi estuprada para marido não descobrir traição



Uma mulher de 20 anos foi presa, nessa sexta-feira (16), após inventar um falso estupro para encobrir uma traição. O caso aconteceu em Santa Rita de Minas, no Vale do Rio Doce.

A Polícia Militar inicialmente foi acionada pela mulher, que alegou que na noite de quinta-feira (15), por volta das 23h40, um homem armado com um revólver invadiu sua casa. Ele teria feito ameaças e acabou lhe estuprando, permanecendo no imóvel até a madrugada de ontem. Na ocasião, o companheiro dela não estava em casa.

De imediato, equipes da PM iniciaram rastreamento para tentar localizar o criminoso. Durante o desenrolar da ocorrência, a PM recebeu informações que o suposto estuprador já tinha ido até casa da mulher em outras ocasiões e inclusive já teria dormido no imóvel.




Os policiais militares voltaram a conversar com a mulher, que acabou confessando que tinha mentido para que seu amásio não descobrisse a traição.

A mulher foi presa pelo crime de denunciação caluniosa, delito cuja pena prevista é de dois a oito anos de prisão, além de multa.

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.