Operação “Infância Perdida” combate pedofilia em Abre Campo

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em Abre Campo e Matipó, na Zona da Mata, realizou, na quinta-feira (27), a operação “Infância Perdida”, com o objetivo de combater a violência sexual contra crianças e adolescentes na região. Um homem de 64 anos foi preso por estupro de vulnerável.

As vítimas relataram à PCMG que mantiveram relações sexuais com o homem durante festas de piscina que eram promovidas na fazenda do suspeito. Entre as vítimas reconhecidas pela PCMG até o momento estão duas jovens de 11 e 13 anos, mas há relatos de que várias outras teriam participado de eventos na piscina. As jovens foram submetidas a exame de corpo delito, dando positivo para conjunção carnal.

Os policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão na fazenda, bem como na residência do suspeito, localizada no bairro Quelé, em Abre Campo. Na fazenda, foram encontrados pauzinhos de pirulito, embalagens de leite fermentando e cabeça de boneca.

O suspeito foi preso na residência dele, em virtude de mandado de prisão temporária, e não ofereceu resistência. Os Delegados responsáveis pelo caso, Felipe Ornelas e Ramon Caldas, ressaltam a importância da prisão.

– É fundamental que a população tenha ciência de que a Justiça tem sido realizada na comarca, com a apuração dos crimes, condenações e cumprimento das penas. Essa prisão temporária é um exemplo de que estamos atentos e preocupados com a integridade das crianças e adolescentes – disse a autoridade policial.

A investigação segue em andamento pela Delegacia em Matipó.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre